quarta-feira, 28 de abril de 2010

Entrada primaveril

foto de ADAGIO

Entram alegres, sorridentes,
Vêm sentir o cheiro do campo,
o som dos pardais e a cor dos jarros a florescer!
São raios de sol que trazem rebentos,
Olhos alegres e animados que cantam rapsódias à terra!
No muro de xisto encaixado,
passeiam lagartas que vão desenhando o calor na pedra.
Os trilhos do caminho anunciam o destino:
"para cá do portão, ninguém vem em vão"

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Rede de relações...

foto da net

Pétalas quase já sem vida
Prontas a cair, pendentes,
Viram o insecto trazer-lhe sentido
Numa cama suave de atenção!
A mão que foi estendida, calorosamente,
trouxe cor, alegria, trouxe outro olhar!
Deu o pulo para a alegria!
E em dias cinzentos e sombrios,
obrigou-os a observar para a mão apertar!
Agora, pode mais alguém receber...
Porque quem vier, terá sempre algo a ensinar
A quem muito quer aprender!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Esperar para parar...e poder te admirar

foto da net


A vontade é...ir ou ficar!
É olhar ou fechar os olhos,
É andarmos ou ficarmos parados!
A vontade é estar...ou fugir!
Ir de encontro a nada!
Deixar a vida rolar e encontrar
O que dela houver necessidade de agarrar!
A vontade é fechar os olhos e ouvir,
esticar os braços e sentir,
saber que tudo o que apanhar, será para mimar...
A vontade é chegar, sentar e encostar!
...virar o rosto para o lado e poder te olhar!
De olhos fechados, vou poder te admirar!

domingo, 18 de abril de 2010

Ramo seguro...

foto da net


Ramos verdes, maduros do tempo!
Estendem-se no ar, rumando ao céu!
Vão bem altos,vão cheios de vida!
Vão divertidos com direcção de luz!
Ramos verdes, precisam de companhia,
Acolhem rebentos com alegria,
Dão colo aos desprotegidos,
para que passem seguros,
no caminho da vida!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Oferta de uma amiga especial!!!



Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis
no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

domingo, 11 de abril de 2010

foto de luísa

Cheguei e abracei o mar!
Dei um beijo ao sol e sentei no mural!
Inspirei maresia e deixei-lhe as saudades!
Hoje estava sereno, anfitrião de excelência!
Olhei-o espelho de luz,reflectido de calma...

sábado, 10 de abril de 2010

Relaxar...

foto da net

Vou esticar cada vertebra, puxar os membros ao infinito e relaxar!
Hoje vou celebrar, renovar momentos felizes e impulsionar!
Será um dia diferente, de viver intensamente cada minuto, devagar!
Hoje estou em valsa lenta, ao sabor do sol e do mar!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Parabéns!



DiA 9 DE ABRIL
Há oito anos que vejo crescer o amor!
Vi-te crescer em mim, vi-me crescer!
Sinto-te todos os dias na minha vida
Sinto-te vida todos os dias em mim!
É um amor incondicional, muito meu para ti,
é uma dádiva, uma benção,
um olhar de perto que não te prende
e te fará voar bem longe!
Os passos que dou em cada dia
Dirigem-se à promoção da tua felicidade!
Observo-te e aprecio a tua tenra caminhada.
Vou contigo...de mão dada!

De mim para ti lanço o desejo de sempre:
Que sejas uma menina feliz!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Água que passa...não volta a passar!

foto da net

Passa a água, enche a nora,
Roda a toda a velocidade!
Quem espera ouve-lhe a dança
Sente-lhe a passagem animada!
Vai depressa, vai ligeira,
Leva histórias de encantar!
Desce em tom de brincadeira
Por a nora pôr a andar!
Esta água que passa no rio,
lava a labuta dos dias perdidos!
Leva com ela o que não se fez,
faz-nos perder os seus defeitos!
Passa ligeira, passa límpida de dor...
Vai sorridente com novo amor!
E a casa que a viu passar,
com a nora sempre a andar,
deseja-lhe sorte no novo leito,
pois sabe nunca mais a cumprimentar!