domingo, 30 de novembro de 2014

Linhas

foto by Luísa - Rio Cávado
Nas linhas do meu sentir
gosto de te cruzar, saudade!
De lembrar o teu cheiro
trazendo à memória a brisa que nos embala!
Atravesso-te de olhos fechados,
de sorriso cravado no rosto
de tanto que te percorri...
...tal moça perdida nos botes da meiguice!
Toco-te, nas pontas dos dedos, delicada...
...vendo as ondas desenhadas, calada!




Um som por um toque de alma

foto by Luísa - Ópera - Academia de Música José Atalaya


Só poderia escrever sobre Ópera
se soubesse tocar bem todas as letras...
...se do tom emitido pelos instrumentos
eu conhecesse adjetivos para os qualificar...
...se do som saído das vozes
eu tocasse na alma de quem me conseguisse ler!
Por hoje fecho a partitura,
guardo as palavras para apenas continuar a sonhar
com o som que ouvi tocar...cantar...



quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Um raio de sol

foto by Luísa

Ali, onde o rio espelha a margem,
mora um raio de sol...
num endereço de cores
de remetente verde!
Sente-se a cor da paixão
no coração que pulsa
e no pedido de mão dada que atravessa o rio!
Sentes?

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Desenhos do acaso

foto by Luísa

Traça castelos no ar
Desenha montes de sonhos
Define um projeto e deixa-o crescer ...
Hoje, ao acordar, a terra olhou o céu
e viu-o trabalhar a tela do belo!
Assim, com cor e alma...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O aroma das cores

foto de Luísa

No aroma das cores da rua
No olhar a um céu sem lua
No sentido do toque do tempo
Sente as folhas cair...
Se olhares o céu urbano
cobre-te de nuvens
puxa-as para ti em aconchego
num momento sempre único de outono!



terça-feira, 18 de novembro de 2014

Já...


foto da net
Já escrevi fadiga, cansaço, exaustão!
Já descrevi o frio e o calor,
o tempo que muda abruptamente e sem rigor!
Já me relatei em ti e em mim!
Já mostrei no papel o efeito que a vida trouxe e me fez despir de mim!
Já falei "saudade" do que ainda não vivi
e desejo do que está para trás...
...já silenciei o esquecido
porque a memória feliz me faz!
Já...


domingo, 16 de novembro de 2014

PARABÉNS JOÃO MENÉRES

foto by Luísa
Ouso apenas dizer-te
que és um amigo especial!
Parabéns por mais um aniversário...

(OBS: não tive sucesso na OPA aos CTT- a encomenda vai com 1 dia de atraso)

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Leituras vãs do nada

foto da net

Anda ler-me!
Anda! Lê-me!
Soletra as palavras do que de mim ouves dizer
e percebe-me um texto por corrigir!
Anda! Persegue a escrita dos meus atos
e deixa-me continuar sem falar...
...assim, sem mais nada ter para dar!

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Sonho soprado


foto da net
Se o vento soprar,
 que sopre lentamente!
Se a chuva cair,
que caia suavemente!
Porque quando cair
que não seja empurrada 
e quando chorar
que seja como gente!
Se sonhar,
que sorria a dormir!
Se acordar 
ensombrada pelo tempo desperdiçado,
que me faça avançar e ir...

sábado, 8 de novembro de 2014

Num toque

foto da net

Num toque
senti o odor do teu olhar!
Deste-me tudo no momento
o tempo passado e o resto que falta andar!
Produzes em mim
a calma que me assiste,
o sorriso que me acompanha,
a serenidade da indiferença por me pisar!
Num toque,
detive a excitação de viver
mesmo sabendo que para a frente
não sei o que irei ver...

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Um olhar!

foto da net

Entra!
Abre os olhos e sente-te em casa!
Sabes que quando te olho te vejo de perto...
...pestanejo tenuemente, sorrio ao ver-te passar e penso...!
Entra!
Dá-me o teu olhar em resposta do meu silêncio!
Descobre o meu discurso
 deixa-te morar na minha ação...razão...desilusão!
Entra!
Haverá sempre um olhar!

 

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Leituras do ser...

foto de ALF

Lês no meu olhar tudo o que tenho cá dentro...

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Olhar o rio

Aldeia de Mourulle - Taboada- Galicia - Xosé Figueroa Lorenzana

Hasteei o tempo com vento!
Assisti ao céu acinzentar!
Encheste-me de alegria
de vida vazia
Minho que passas,
calas-me o silêncio...

 esvaziando o meu olhar!


segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Olhares d´água


Aldeia de Mourulle - Taboada - Galicia - Xosé Figueroa Lorenzana

Tentei ver-te!
Ainda julguei ver-te passar...
A porta fica aberta para entrares,
e eu,
continuarei à janela...

...a sonhar!

domingo, 2 de novembro de 2014

Folha perdida



Folha perdida:  www.myra-parole.blogspot.pt

Myra Landau
dou como perdida a folha
quando nela mais não posso escrever!
por enquanto,
pelo movimento que nela desliza
adivinho um poema para te oferecer!
farás dele a mais bela leitura
e darás a melhor entoação

pois as palavras que te direi
saem do fundo do coração!

sábado, 1 de novembro de 2014

Silêncio ruidoso


Não há lugar a palavras
quando o olhar nos atropela com discursos!
Nem avançamos com memórias de ontem,
porque os gestos de hoje tudo nos revelam!
Não falamos de nada,
pois tudo fica dito na oratória de um toque...




Surpresa chamada saudades

foto by Luísa - Ofir 2014

Poderia fechar os olhos,
deixar o céu escurecer,
sentar-me perto ou longe
que jamais te deixarei de sentir!
Conheço-te pelo passar calmo,
agitado, choroso ou meramente irritado!
Conheço-te pelo som da chuva que cai
e beija as ondas que passam...
Sei-te de cor nas margens,
no caudal profundo do teu e do meu ser!
Conheço-te pelo cheiro das algas,
aquele aroma de um banho frio abençoado!
Conheço-te pelo som dos botes ancorados,
pelo sorriso das cores aniladas da água que passa em dias de outono adiado...
A saudade embrulha-se em laços de cores
adivinhadas num céu carregado de surpresas!
Quanta beleza mora em ti, natureza!