segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Mudanças por horas...

foto de Luísa - Lagoa - Fafe

Mora no céu um inverno que espreita!
Carrega no olhar sopros impiedosos
e uma vontade voraz de despir o outono!
Quando o vento chegar,
das ramagens vermelho-marron
 ficarão a nú  os ramos secos
de elegância da mata!
Aos nossos olhos, a mudança,
a mudança veste-se de estação...



quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Estamos assim

foto de Luísa

Estamos assim,
felizes pelo tempo de paz,
pelo burburinho sentido nas artérias
e sorrisos de olhar aberto!
Assim,
radiantes pela partilha
no silêncio da dádiva,
num recolher imenso de crescimento interior!
Sim,
estamos assim,
em modo Natal!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Luz? Brilho...

árvore de Natal 2014 - cidade de Fafe

Se não fosse Natal, não brilhavas!
Não vestirias de luz os ramos secos de inverno,
nem tornarias apetecível aquela praça!
Se não fosse Natal,
não aquecerias o coração do mais ténue olhar,
nem darias a mão para quem passa, apressado,
de sorriso fechado, cansado!
Se não fosse Natal, não estarias aí,
nem notarias o quanto quem passa precisa de ti!
Luz? Desejo de brilho!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Um manto verde...coberto de azul!

foto by Tina - Serra da Lameira - Fafe

Respira o verde e inspira-te!
Deixa a calma do céu te observar
olhando-te brisa do tempo
sem pressa de andar!
Ouve os segredos da montanha
passados em voos com os pés no chão!
Perde-te nas cores
ouvindo o seu sentir...

domingo, 14 de dezembro de 2014

Brumas pintadas em pensamento

foto by Luísa

Deixa pintar-te livre!
Livre dos tons formatados,
das formas semeadas!
Livre de pensamento,
do imaginário desenhado na terra!
Livre do fim,
da meta prevista nos anéis do tempo!
Deixa pintar-te assim!
Com tons do paraíso,
formas por inventar
presas no pensamento do autor.
Assim, num tempo vivido sem sombras...
...pintado numa nuvem de sonho!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Côco

foto da net

Cheiras o sabor?
Sentes a ternura macia da presença?
Está vazia!
Rachou procurando o aroma,
encontrando-te...perdendo-se!



terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Sonho de Natal

foto by Luísa

Entra no sonho de Natal,
delicia-te com o tempo de luz,
música calma, cheirinho a canela,
abraços quentinhos, desejos formulados...
...e veste a alma de sorrisos sinceros!
Se tiveres indícios do sonho acabar,
lembra-te que amanhã ainda será Natal,
o tempo se repetirá...
...e que só de ti depende o brilho que o dia terá!
Vamos viver Natal,
viver o sonho sem acordar...

domingo, 7 de dezembro de 2014

Desembrulha o sonho

foto by Luísa

Pega no bote amarado,
avança na sua calma e navega!
Esquece o frio,
desembrulha o sonho e avança...
...prosseguindo sem recuar!



sábado, 6 de dezembro de 2014

Conversas ao frio

foto da net

Frio que falas lá fora, brilhas!
Cintilas rumores de silêncio,
em murmúrios de conversa!
Estalas nas mãos a vontade
de aquecer os dedos à lareira,
apressando os passos dados
caminhando de outra maneira!
Entra. O frio ficou lá fora!





quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

A vida não para...

foto da net

"Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para
Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso, faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara
Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência
Será que é tempo
Que lhe falta pra perceber?
Será que temos esse tempo
Pra perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara
Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não
Será que é tempo
Que lhe falta pra percebe?
Será que temos esse tempo
Pra perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara
Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não
A vida não para"
Lenine

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Troncos urbanos


foto by Luísa

Despiram-se de tudo:
do barulho que as enchia
do verde que as cobria
das pessoas que as calcavam
dos olhares que as não viam!
Vestem-se apenas de si,
singelas,
correndo paradas no tempo
não dando conta de quase nada.
Troncos urbanos, mundanos...
...vadios, presos, livres no nada,
agarrados!

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Simetrias

foto by Luísa
Mergulha as ideias
nas ondas dos tanques.
Faz saltos olímpicos na prancha da escrita,
sendo o melhor título do jornal de letras!
Se melares o papel
mantém a ideia!
Se perderes a ideia
resgata o sonho!
Se prenderes o sonho
sorri...
...há um poema à tua espera!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Canais

foto by Luísa - Aveiro

No fórum de olhares cúmplices
vê-se a imensidão da distância...
Sente-se a intensidade no ar
que num momento de recheio húmido
amarou a visão do nada!
Os dias chamam-se menos.
As horas não têm nome.
E o tempo...o tempo caiu da ponte!