segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Batimentos cardiacos

foto by Luísa -"hand made heart by As Flanginhas"

O amor não acaba com um beijo
nem com olhares de frente encontrados!
O amor acaba com um murro 
na mesa dos afetos,
que perante a dor se viram calados!
O amor não acaba...
...vive!~
Se é amor
vive, eternamente!
Se não é,
calem-se os versos,
queimem-se os sorrisos,
arda no inferno que dele ousar falar.
Calem-se os sinos.
Emudeçam as rimas.
Fechem-se os olhos.
Calem-se para não falar de dor.


sábado, 27 de fevereiro de 2016

Pesadelos

foto by Luísa


Tem medo do escuro,
andando de olhos fechados,
carregado de sombra,
impedido de se tolher.
Treme.
Vacila sem mão para dar.
Dá voltas às estrelas em busca de luz,
perdendo-se na luminosidade!
Sonha com Pompeia,
descalço na terra queimada.
Contrai-se.
Corre.
Foge de tudo e de nada.
Busca a mão,
 segura num sorriso firme,
num olhar de colo,
de amparo no desespero,
de amigo.
Acordou...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Irei ou talvez não

Só não sei se vou só
se me deixo ficar só
ou se me fico acompanhada de nada

Só não sei se virás comigo
se me fazes companhia
ou se me liberto das amarras do voo!

Só não sei o que fazer
se caminho sozinha
se avanço sem saber para onde
ou se me fico na terra firme do teu colo!

Sei só que é por aí que vou
pelo abraço apertado no ermo da serra
entre o beijo quente de um dia
e a mão selada para todo o sempre!




domingo, 21 de fevereiro de 2016

Reforço motivacional

foto by João Menéres - www.grifoplanante.blogspot.com

 Quiseste um dia dar-me a mão,
delicado e num tom amistoso,
como só tu sabes dar!
Não há melhor tom na amizade
que o do empurrão dado,
com amparo na queda!
Assim és tu.
Obrigada pela oportunidade de planar nas tuas águas!
Lembras-te? Saiu assim:
"Gostaria de perceber o que encosta à parede, se um portão de ferro a preto pintado, ou uma janela com vidro embaciado!
Gostaria de ver de perto, com clareza e evidência, em vez de desconfiar desfocada!
Talvez tivesse melhor opinião, se tocasse esse portão, lhe sentisse a liberdade para dele poder falar!
Esta foto é enigmática! Tem luz e sombra. Tem promessas de ilusão entre o ferro e o pau preto, entre uma parede caiada ou um vidro suado de luz e cor!
Não sei o que vejo. Não vejo nada! 
Sei apenas que li numa invulgar imagem um texto atrapalhado!!E seguiu-se assim:Não chegava uma foto aberta à imaginação,
E poisa um grifo em voo-provocação!?
Que mais esperas que se diga?
Que para lá da imagem há um olhar sequioso de escrita,
que entre grades de olhares se redimiu e poisou a pena?
Mas que pena!Mas que falta faz a imagem!
Esta trouxe a coragem, a vontade de pisar o risco e...
...recomeçar!
Assim, nesta abertura de leitura numa porta ajanelada
Numa janela empedrada de luz!

Bem haja o teu olhar,
que pela lente nos empurra e nos faz continuar!


Obrigada! Duplamente, obrigada!

Foto by Luísa

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Sábado...

foto da net

Chegou o fim,
fez-se o consumo de todas as horas,
esgotaram-se todos os minutos, parando-se!
Não houve abraço no cume da montanha,
nem beijo na praça maior,
não bebeu o café da manhã
nem ouviu o som da sua voz!
Silêncio. Chiuuuu!
O cansaço voltou a falar alto!
Berrou, trazendo força menor,
intimidando os passos que, de grandes, encolheram,
encurtando a viagem.
O relógio chama:
- hora de parar!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Sem ordem

Foto by Luísa

Não impera a ordem no ritmo da escrita!
Não a ordem das palavras ou do local que ocupam
mas o lugar do sentido que lhe é dado!
Não!
As palavras desenlaçam emoção,
vivem envoltas no coração
à espera do ensaio lançado
no baile dos sorrisos!
A escrita é motivação...
Sim!
É um empurrão dado à preguiça
que aquece o dia
e aperta o corpo num abraço
renovado em cada dia!
As palavras são o degelo da razão...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Bom diA!

Foto by Luísa

Gosto de gostar de ti ao acordar...

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Falar de Amor

Foto by Luísa- 14-02-2016


Dizem que fala de amor quem sente,
quem vive o olhar do outro por dentro
e nele lê todas as escrituras!
Dizem.
Dizem que vive o amor quem é louco
e na loucura embrulha o sonho!
Dizem!
Dizem tudo sobre o amor
e do amor nada sei dizer
a não ser que o vejo crescer...
 

sábado, 13 de fevereiro de 2016

TU

foto by Luísa - Fevereiro 2016


Olhar para trás cansa,
deixa  os braços sem força
e as pernas seguramente tremelicas!
Se olhares,
fecha os olhos,
esboça um sorriso e sonha com magia, 
energia,
com passos seguros na tremura do sentir!
Isso!
Reflete-te no tempo.
Entranha-te no que a vida desenhou...
...vivendo!




quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Observatório do vazio

Foto by Luísa - Museu militar

Entra.
Vê o vazio da pedra!
Duro,
fechado,
seguro!
Corta a corrente do que vês, entra!
Permanente imensidão,
extensão inacabada do nada,
no mofo acomodado das paredes!
Cadeado de ideias
prisioneiras num rosto a sorrir.
Prisão.
Medo só do olhar.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Traços

foto by Luísa - Chaves 2016

Pintado, riscado, traçado
vejo o coração quadrado,
desenhado com quatro linhas iguais
sem tinta,
sem batimentos,
sem visão...
Ensaios de renovação,
numa ovação lúdica,
parafraseada de sons,
ligada ao termo do tom,
do tilintar do fim!
Clichê!
Gravação.



terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

(A)parece



foto by Luísa - Chaves 2016







...cheio de luz por acender
des(aparece) no tempo escrito!

Redige o sentimento do ser

aparecendo cheio de transparência!
...cheio de nada,
desnudado de quereres,
crente no vazio,
vidente de um futuro recheado!
(A)parece em alerta
porque diferente
na diferença do comum
na igualdade do diferente!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Onde estás?

Estava quase no fim
cheio doce, vazio amargo
quase acabado, enfim!
Estava quente
cachecol apertado
bafo apressado e olhar longe de mim!
Estava ausente
perdido no nada
agarrado ao tempo que lembrava esquecido!
Estava quase no fim
com traços marcados do tempo
enrugados no saber
esticados à lua
para nela se prender...