terça-feira, 10 de agosto de 2010

Um beijo ao sol!

foto da net


Ofereci um beijo ao sol num fim de tarde, de verão!
Ele, retribuiu com calor, num gesto quente de ternura!
Veio intenso, veio impiedoso,
Veio convidativo à prudência de quem o recebe...
Acompanha-nos pela restinga,
segue-nos até à foz, num calor ruidoso que queima em cada nota,
como que de uma sinfonia se tratasse!
Todos apreciam o seu espectáculo e aplaudem com gratidão,
pois se a sua sinfonia fosse silenciosa,
a plateia emudecia sem emoção!

20 comentários:

  1. mas que esplendido poema, minha super querida Luisa!!! realmente lindissimo!
    e obrigada pelo comentario!
    aqui tbem agora jà tem sol e hoje nao tem vento!
    beijos fortes tao fortes como o sol:)))

    ResponderEliminar
  2. Que bom saber aqui da MYRA!
    Olha se eu não te vinha OLHAR DE PERTO !!!

    Um beijo com todo o afecto, LUÍSA.

    ResponderEliminar
  3. O por do sol é um momento lindíssimo e de agradecimento!beijos,lindo dia,chica

    ResponderEliminar
  4. Boa noite Luísa,
    que lindo, toda asensibilidade da poetisa aqui derramada em palavras!

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  5. Myra,
    um beijinho aquecido pelo sol, também para si!Até breve, com a frequência do costume,
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  6. João,
    que este olhar seja sempre um ponto de encontro de amigos jamais inseparáveis!
    Bjnhs,
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  7. Nenúfar cor-de-rosa,
    um beijo terno para si!Aquecido pelo sol, claro!
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  8. Chica,
    o nosso verão tem sido bem quentinho!As temperaturas, mesmo no litoral, rondam os 30 graus...
    Beijinhos,
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  9. Lidia,

    um beijo ao sol partilhado como quem vem olhar de perto os seus efeitos!
    Beijinho terno,
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  10. Ana,

    os efeitos deste sol quente tornam-se eloquentes...fazem-nos delirar com as palavras.Beijinho terno,
    LuísaVilaça

    ResponderEliminar
  11. Um beijo ao sol..
    Lindo. Aqui está chovendo muito.
    Não conseguimos dar um beijo ao sol.
    Somente em suas lágrimas..rsrsrsrsr
    Um grande abraço, amiga.
    Sandra

    Ando um pouco ausente da net. Tenho muitas coisas para realizar. Mas passei para deixar um cheirinho de flor para ti.
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderEliminar
  12. Muito lindo o teu poema, o teu espaço, tudo enfim...
    Virei sempre: sigo-te.
    Abraço

    ResponderEliminar
  13. ESTOU CERTO DISSO, LUÍSA !

    Um beijo cá dos allgarves!

    ResponderEliminar
  14. Olá, preciso te avisar que exite um blog clonando todos os seus textos.

    http://plenitudedotempo.blogspot.com/2010/08/cores-do-amanhecer.html

    ...ela fez o mesmo comigo, e eu acho isso um absurdo, uma falta de respeito.

    abraços.
    Nina

    ResponderEliminar
  15. Boa noite Luísa,
    estive no blogue que a Tempestade refere e, os seus poemas estão lá publicados sem que lhe tenham sido atribuídos os devidos créditos.
    Deixei lá 3 comentários em posts diferentes e que lhe pertencem. Espero que a Senhora tenha vergonha e retire tudo o que não é dela.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  16. Lindo! Sua sensibilidade nesse poema me transportou a praia em um lindo por sol que a tanto tempo não vejo. Puxa vida,adorei!
    Estou bem melhor e já de volta,esta semana postei tb no bloggirls amiga, se tiver um tempinho apareça,ficarei muito feliz.Montão de bjs eabraços e um excelente domingo.
    http://meninasdoblog6.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. ´e sempre mágico um por do sol, um momento divino
    Bj

    ResponderEliminar
  18. Que lindo poema, que lindos comentários!!! Hoje o dia amanheceu azul...
    Eu estou suar que em todos dias muito quentes de verão... Bjs enorme! Boas Férias

    ResponderEliminar

Olhares de perto