Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2014

Rascunho

Imagem

Natureza 3

Imagem

Uma serra carregada de vento do norte, Lameira

Imagem

Natureza 2

Imagem

Rododendro

Imagem

Poderás

Imagem

Registos

Não tenho imagens para colar nem genica para as tirar! Poderia estragar o álbum
ou apenas a beleza moderar!
Não sei registar o olhar
pela lente que engole o mundo!
Sei apenas apanhar o ar
num momento mais oportuno!
Arriscarei novamente,
quando a máquina tiver nova lente...
...e o mundo, de Verão, se apresentar!
Até breve!

Anda, entra!

Imagem

No lago

Imagem

Rodagens passadas

Imagem

Rio

Imagem
É quando te vejo, Rio, que te inspiro passageiro, e reforço a vontade de ir por aí... É quando te invado de pés descalços, Rio, que encho a caixa de ar e sorrio... É quando te apagas no nevoeiro, Rio, que ligo a vontade acesa de na margem me sentar e, por ti, deixar o tempo correr, só para te ver passar.

Bote ancorado

Imagem

Não falo de mim

Imagem
Quando divago com e pelas palavras, não falo de mim, mas do sentimento de mim pelas coisas... Quando arrisco uma dissertação, não sou eu que escrevo, mas a emoção de mim que fala ao papel! Quando arrisco um conjunto de frases não me reescrevo no texto mas reinvento afeição pela redação!
Assim sou na escrita...
...tal e qual, em ação!

Serei assim?

Imagem

Vou saltar o friso

Imagem

No parque

Imagem

Chegar a casa...

Imagem

Sentada na duna, oiço o sonho...

Imagem

Ela, o melhor dos dois!

Imagem
Diz-me que o caminho não tem fim, que o céu é infinito e que o limite toca nos dois! Diz-me que o sonho é perfeito, que as sombras brincam com o sol e que as linhas que se cruzam  animam a transposição à felicidade! Faz o enunciado e lê o resumo num trajeto de vida traçado a dois  com o melhor projeto no fim da linha... ela!

Divagações de um dia...

Imagem

Para as mães de terras de Vera Cruz

Imagem

Reflexos refletidos

Imagem
São luzes vagueantes ligadas nas horas de viver! São lampejos de esperança, brilhos nos olhos de criança, somente reflexos de sorrisos gargalhados em vãs alianças! São luzências de mão dada com a noite, luminosidades quentes...perigosas por atraentes... Se as vires, mostra-te indiferente, não lhes toques nem mostres interesse, ignora-as mostrando por ti o maior valor acrescentado! Sim?

Mar revolto

Imagem

Escrever céu...

Imagem

Madrugada

Imagem

Espelhos de água

Imagem
Vês como eu vejo? Vejo espelhado, vejo turvo, vejo duplicado e não vejo! Mas, oiço as libelinhas saltarem no silêncio dos líquenes,
sinto o cheiro da água que cai.
Sei que se olhar novamente vou ver
e terei novas palavras para de ti poder escrever.
Saber-te natureza verde,
 num momento de tempo parado,
dá-me a ilusão de um instante
num olhar enamorado...


Maio

Imagem
Maio, verde maio, de sol espevitado Quem te marcou, assim tão bem pintado? Trazes na terra a sede de sol e nos rebentos a pressa de crescer! Maio, alegre maio, quem te viu corar? Terão sido as cerejas em pares que te esperam para as adocicar? Talvez bem falta lhes faças, talvez te sintam chegar, pois de maio marcam o dia em que o brilho do sol as faz desabrochar!

Para vós

Imagem

O que te dizem os meus lábios

Imagem

O meu olhar hoje

Imagem
Se soubesses a cor dos meus olhos hoje Se ouvisses o bater do meu coração Jamais  duvidarias do cantar dos pássaros Ou vacilarias chamar pelo verão! Se percebesses a minha pressa no andar E sentisses o cansaço dos meus passos Acreditarias que vivo a correr mesmo não sentindo os teus abraços! Estou assim num ritmo ferido de ser, numa nuvem clara que aduba o meu viver e que me olha sem me ver. Se sentisses o meu olhar hoje...


"M"

Imagem