quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Feliz 2011

votos de um novo ano com momentos cumulativos de felicidade!
Que os 365 dias que se adivinham, tragam sorrisos, sonhos e venturas a realizar!!!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Celebração


foto da net

Sou uma voz que diz:
os meus alicerces são o afecto!
Cresci no seio de uma familia onde a palavra de Deus entra suavemente,
como uma mensagem de amor.
Onde festejar o Natal é, acima de tudo, uma festa de familia:
- tempo de celebrar o nascimento do "Menino".
Um tempo eterno de amanhecer com musicalidade, com uma Mãe fantástica, sempre cheia de alegria!
Onde o estalar da lenha no fogão nos faz sentir quentinhos entre pinhões, nozes e passas!
Olha-se o pão em mil pedaços, fatiam-se os cacetes, mistura-se o leite com mel...
Há sorrisos mil num despique saudável de mimos!
Hora de pôr a mesa...de ver esvoaçar a imensa toalha de linho,
bordada de oiro e folhas de azevinho!
Hora de marcar os lugares...de fazer a surpresa da decoração,
num ambiente de festa e de muita animação!
Toca a campainha! Volta a tocar!
São amigos de sempre que um abraço vêm deixar!
O pudim da amiga da mamã, as nozes do senhor do fundo da rua,
que, por tradição, são trocadas por vinho fino que levam para acompanhar o pão-de-ló!
Entretanto, as batatas já cozem e o bacalhau vai a acompanhar!
Há surpresa no forno! Que será que estão a preparar?
"Lú, prepara a decoração do Perú", diz a mana mais velha, que tudo tem que orientar!
Respira-se felicidade, no seio desta famili, da minha familia!!!
E nesta nossa mesa de Natal, se mais alguém vier, terá sempre lugar para sentar,
porque afinal, é NOITE DE NATAL!



A todos, votos de um SANTO NATAL!




quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Desejo de Natal


foto da net

Estão a ouvir-me?
Vou segredar-vos um desejo: o meu desejo de Natal!
Este ano, não vou pedir a bicicleta, Pai Natal!
Vou pedir-te um embrulho redondo, de papel doirado e laço vermelho!
Vou desejar que me ofereças o mundo!
O mundo tal e qual ele é,
com ornamentos de verdade nos pinheiros da amizade!
Quero um sorriso aberto, naquele abeto!
E no pinheiro manso, gostaria de ver um beijo!
Talvez consigas pendurar também, um abraço, no outro mais além!
E neste, pertinho aqui de casa, deixa apenas um sopro de mimo!
Aquele que me sustenta e alenta para o resto do caminho!
Pode ser, Pai Natal?
É apenas um desejo...sem qualquer mal!


domingo, 12 de dezembro de 2010

À FELICIA:



foto de Luísa
Tenho ensaiado a melhor composição para te dizer o quanto te admiro!
E, nos meus dias, tento aprender contigo a ler nos outros os lábios do seu entusiasmo:
- porque no teu olhar nos lês de perto,
- porque no teu sentir nos distingues pelo que de melhor há em nós!
Nos dias que estão por vir, tenho a certeza das aulas continuadas do teu saber,
com muita vontade minha, de contigo poder aprender!
Prometo que tudo o que me ensinares, irei com todos partilhar!
"Bom dia!", já todos sabemos dizer!

Obrigada, Felicia!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

@ de...

...
foto da net


...de @ mor pelos dias que se seguem!
...de @ cordar ao lado de quem se gosta!
...de @ ndar  no mesmo sentido!

...de @ qui e  de @ gora!
...de @ vançar!
...de @ ssumir a partilha como a base!
...de @ rrebatar os minutos numa explosão de vida!
...de encontro, de sintonias, de divergências convergentes,
...de sapiência e de sorrisos imensos na porção do dar no amar!!
@ de @mor por ti! 

domingo, 5 de dezembro de 2010

Parabéns, MYRA LANDAU

foto da net

Se numa bola de sabão te pudesse aquecer os dias
Mandaria numa um raio de sol,
E Na outra todas as demais alegrias!
Hoje, mandaria também um laço vermelho,
daqueles dados com arte,
para te poder surpreender,
e um sorriso causar-te!
Sopraria tantas bolas...
Sopraria a de um bolo de aniversário
a do champagne, da música...
Mas, acima de tudo,
sopraria a de uma amizade bonita,
aquelas que nos aproximou pelas palavras
num momento de sonho,
quando a tua Arte encontrei!
Parabéns, adMYRAvel SENHORA!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O som do sabor das cores da lareira

foto da net


É o som das tuas cores
O calor do teu queimar
Das achas que estalam saltando
Na tua lareira a esquentar!
Saltam felizes, agasalham o frio
acolhem quem vem e
Ouvem as tertulias de familia, num desvario!
Eram pinhas que já são pó,
apanhadas rente ao rio, num final de verão,
num dia que preparava Dezembro adivinhando o frio da estação!
E, em cada som das tuas cores, hoje reflectes acção
Aquela que me deu alento e fez sorrir, no dia em que parei,
por prevenção!

domingo, 28 de novembro de 2010


Foto da net


Dançar a vida...
Percorrer segura o dia que se enfrenta,
Rodopiar as valsas,
Olhá-las como se todo o salão fosse nossa pertença!
Quando o ritmo da dança mudar,
há novos passos a aprender!
E de novo se esvoaça neste baile,
neste adejo seguro, onde os passos se sucedem e a música se apresenta expectante,
aguardando a nossa chegada para tocar!
Um passo de cada vez...dando voltas ao grande salão de dança que é a VIDA!



quarta-feira, 24 de novembro de 2010

foto da net
Hoje o meu céu é o teu céu!
Apareceu a sorrir, com leves nuances de branco por todo o chão verde!
Geou, e os picos da relva fumegam a brindar os primeiros raios de sol!
Bom sinal para mais um dia de brilho!

Já há brindes simpáticos pela manhã...
...e pelo fim de tarde, mais brindes receberás!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Pedra...equilibrio seguro!

foto da net


Encontrou equilibriu e por lá ficou!
Sente-se pedra, senta-se segura !
Sente-se atenta ao que do seu pedestral vê!
Passa-lhe o sol, passa-lhe a lua,
Fustiga-a o calor e a geada quando noite escura!
O vento varre-lhe as impurezas
E os arbustos, que a decoram, ouvem-lhe as tristezas!
Sente-se só, mas sente-se segura!



terça-feira, 16 de novembro de 2010

16 de Novembro de 2010
PARABÉNS
JOÃO MENÉRES
pelo teu aniversário!

domingo, 14 de novembro de 2010

Outono em casa

foto da net


São tantas as cores, tantos sinais de vida a mudar,
que se apresentam voluntários num tapete de rua a decorar!
Trouxe alguns para casa,
que convidei a sentar num cristal,
para com o tempo me prender a admirar!
São delicados ao toque,
e gostam de docemente estalar!
O vento já não os fustiga,
Nem o luar os invade
 Hoje estão quentes em casa,
à espera de um dia à terra voltar...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Encantamento...

Foto de João Menéres

Psiu!Psiu!
Falem baixinho no alto da colina!
Ao passar, de relance, vi o segredo da menina!
Vi um verde prado, numa echarpe de seda ramagem!
Vi o oiro no olhar, vi a mais bela imagem:
- de soslaio, vi o toque do chão no robusto tronco da árvore,o carinhoso ar que falta e aperta no peito da natureza que respira paixão!
Olhei a voz do silêncio no riso da folhagem quando pelo vento beijada!
Ouvi, suavemente a canção que fez do momento de passagem a história da viagem...
Texto de Luísa Vilaça

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Um momento especial!


Um presente de João Menéres
http://grifoplanante.blogspot.com/


A melhor definição para o meu estado é: "tipo Zen"!
Escrever para as imagens do João Menéres é algo espontaneamente belo!
Porque as imagens convidam a escrever,
Porque dissertar sobre elas é um alento à criatividade!
Porque, porque, porque...enfim, porque não faltam motivos!
Inesperadamente, tive um texto premiado num concurso do seu blog, e que foi escolhido pela nobre senhora L. REIS, do blog DIGIT@L PIXEL.
Como consequência fui agradávelmente presenteada com um livro do autor do blog, onde eu própria fui Grifo ao planar de imagem em imagem! Fiz o culto da água, nas palavras de Agustina Bessa-Luís e viagei no sonho de conhecer pessoalmente o autor de tão belo desafio: João Menéres!
Aconselho vivamente, que fiquem curiosos pela "REVELAÇÃO DA ÁGUA", uma maravilhosa parceria publicada por dois grandes nomes do nosso país: Agustina e
João Menéres

Amanhã, haverá nova postagem com a imagem impressa em tela, que gentilmente recebi (e logo coloquei em local de destaque cá em casa), e com as palavras para ela escritas.
Até lá podem sempre ver em:
http://grifoplanante.blogspot.com/2010/11/resultado-do-concurso-dos-1ooooo.html#comments






sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Dedicação...

foto da net

Se em dias de frio me sento à lareira e me enrolo sobre mim,
Em dias de verão, dedico o conforto à cadeira e dou gargalhadas sem fim!
Num dia, escolho o livro de capa bordeaux impressa a oiro,
No outro, sirvo-me do livro como leque, um tesoiro!
Em tempo de dias pequenos e sopros gelados,
escolho a ementa mais quente, preparo os temperos mesmo que inventados!
Se o tempo vem com raios de sol,
primo no cesto das castanhas, na salva de romãs e no jigo de noz!
Entre os dias frios e quentes
decoro a minha cadeira com manta cor de paz,
e nela deixo a repousar o lápis e o papel,
à espera de novos compassos das notas do tempo
para escrever ou sonhar, tanto faz...

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Iluminação natural d´Outono


Deliciei o olhar ao ver o traje da natureza!
Hoje mostra acessórios reais, Expira a sua imensa beleza!
Sopra  vento de feição, Sopra vaidoso de seu ar,
sacudindo para longe as folhas cansadas,
mostrando na passerele a perfeição do criar!
Estes lampejos laranja, que brilham no jardim lá de casa
São reflexos cintilantes da ternura do Outono,
Do fulgor da lareira acesa, do chá quente e canela,
e do som baixinho a tocar!


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Recital de Outono

foto de JOÃO MENÉRES

Recital de Outono, numa folha pintada de velha, com inspiração de olhos atentos às cores que a natureza pinta!
Caiu ao de leve o toque suave do bom gosto literário, com o teu sempre olhar de perto aos pequenos grandes nadas da vida!
Belíssima foto, SENHOR!
(Obrigada pelo empréstimo.)

sábado, 23 de outubro de 2010

Cores de Outono

Foto da net

Foge a luz do sol...
E o asfalto fica preto, vermelho e amarelo!
O sopro do vento despe a ramagem
 que abriga a miragem do carvalho velho!
E quando a chuva teima em cair,
vem pintar o solo numa tela de Nahir!
Outono é um velho em decomposição,
É esperança de vida em nova estação!
Traz um sorriso quente por cavacos a arder,
sabores doces com canela e das romãs acabadas de colher!
Outono é mudança...
...e na mudança, vive-se outono !

sábado, 16 de outubro de 2010

Tempo...

foto da net

Nada há que o tempo não cure,Que as ideias não mature,E o semblante transfigure!
Se medirmos os efeitos do tempo no tempo que perdura,
saberemos os seus defeitos , o mal que causa e dura...
Tempo não passa de tempo,
de circuitos de ânimo e de desalento!
De olhares sorridentes ao que passa,
De sentimentos asfixiantes ao momento!
Dele não voltamos a abraçar o instante...
...mas caminhamos com ele, sempre adiante!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Prémio de escalada

Foto da net
Por mais sinuosas que as escadas sejam, o caminho é tentar subi-la!
Cada degrau é uma nova conquista, uma nova etapa de conhecimento!
Saber olhar os vértices e limpar-lhes as arestas não é dom comum!
Alisam-se e formam-se degraus seguros para os vindouros...não permitindo que caiam!
Olha-se em frente, respira-se fundo e prepara-se novo impulso de subida!
Hoje, respira-se a segurança da menina que aprendeu a andar...sem machucar, machucando-se!

domingo, 10 de outubro de 2010

Momentos...

Foto da net
Um dia, quando a tristeza bater à porta,
vou saber cruzar os braços, mostrar cansaço e talvez partir...
Vou olhar a tristeza e dar-lhe a mão, com sabedoria!
As coisas vãs, vão continuar a passar-me ao lado!
Os bocadinhos de mim que ficam partidos não se notarão!
Os sorrisos em mim mostrar-se-ão seguros, como de quem sabe porque já não ri!
Olhares serão destinados só a alguns...
...e os cantos das vozes serão seleccionados!
Um dia, vou estar aqui a sorrir de mim!
Porque no dia em que decidi ficar off...algo em mim partiu, foi o fim!
Um dia, quando a tristeza voltar a bater à porta,
vou ter aprendido a olhá-la com um sorriso,
empurrando-a para bem  longe de mim!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

off-course...

Um beijo ternurento, enviado para a Chica!
Um beijo de lembrança para o João Gustavo, que me não esquece todos os dias!
Um beijo para Lenjob, sem fazer guerras em meu pensamento!
Um beijo com adMYRAção, nas visitas diárias ao meu espaço!
Um beijo amigo...em pONto morto...ferida!
Um beijo grato, Isa!
Um beijo reconhecido pelas doces visitas, Xana!
Abraços com arte e feitio, Ana Lúcia.
Abraço sOFFt, tONHo.Em OFF, mesmo!
cOFF, cOFF, Inês! Reconhecidamente OFF!


Delicadamente, poisei o lápis e o papel!



sexta-feira, 24 de setembro de 2010

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Amararam redondas num colar tecido na areia

foto de Luísa

Estão lá todas!
Vieram aos pares, vieram sozinhas, vieram escuras e clarinhas!
Deixaram na areia o colar de pedras salgadas,
o adorno seguro das marés atribuladas!
Vieram em grupo, vieram por cores,
Inspiram as lentes dos invetigadores!
E na pele da melhor maré,
veste-se estopa contra o sol,
decora-se o vestido de pérolas,
e protege-se a duna da erosão!
São muitas...e todas são belas!

domingo, 19 de setembro de 2010

O meu mar...

Foto de Luísa

Vim ver-te chegar, o teu odor cheirar e no teu ruido embalar!
Vinhas apressado, ligeiro e de ondular alargado!
Recebeste-me em maresia encantada,
com ares de quem não vê quem chega, por andar tão atarefado!
Tinhas moldado o sofá dunar para me sentar,
encheste as suas floreiras de chapéus verdes,
e deixaste-me sentir o odor dos lírios-das-areias!
Vi que te ofereceram um colar de pérolas,
sabiamente colocado no teu decote de areia!
Ouvi silenciosamente o teu trabalhar...
...e nele me deixei embalar!


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Foto da net
Vestiste o regresso de alegria
Deste ao dia um tom de maravilha,
E entras confiante no teu espaço!
Tal Leanor, escolhes ir formosa e bem segura!
Levas  lápis e livros na mochila,
um bolso cheio de vontade de aprender!
Levas um sorriso lindo e o desejo imenso
de entregar um abraço à aprendizagem!
Boa sorte para o teu 3.º ano!!!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Reflexos de mim

Sou em ti reflexo de mim
E contigo mostrei a folia do tempo,
a energia sem lamento,
o meu simples olhar atento!
Passei as estações contigo,
vi nuvens de cúmulos passar a cirros,
dei ordem ao diluvio pela passagem de um nimbo,
que de cinza pintou o dia!
Deste-me o sol, o calor dos dias,
as flores do campo e no campo, alegrias!
Vi-te ao meu lado dia a dia,
como parceiro adMYRAvel com novos amigos!
Mergulhei no conhecimento, ao planar nas marés do Grifo!
Interpretei a linguagem dos rostos e com os rostos me fui identificando!
Nas imPOSSIBILIDADES de poder dar a mão, dei de mim Momentos,
numa ternura ambiciosa e pô ética, tentando não falhar nas palavras!
Com um  olhar de perto, sou em ti reflexo de mim!





segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Vi-te azul, em flor!

Luísa, Agosto 2010

Olhava o Cávado a passar e percebia o quanto lhe estava grata!
Esta flor, silvestre e atiradiça, espreitava a sebe verde, densamente organizada!
Esta, por entre outras, olhava com esperteza!
Virava-se ao sol e sorria com delicadeza!
Foi reflexo da cor que vestia o rio,
Foi espelho do calor que do sol recebia!
Foi flor em mim,
que de mim prendeu o olhar!
De mãos dadas com o rio, eu passei, apreciei,e
Vi-te azul, em flor!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Rasgos de luz...com sabor a vida!

Luísa - Agosto 2010
Deitada na cama de linho,
baloiçava o livro que me aquecia o colo!
Fechei os olhos por instantes,
como quem abraça a calma do fim de tarde!
Ouvi apenas um esquilo,
que subia alegre o pinheiro silvestre!
Entre ambos, o borbulhar do oceano brindava a tarde,
que se despedia!
Melhor música não havia...até chegar o sorriso de uma criança.
Um abraço, um beijo, histórias fantásticas de castelos na areia!
Enfim, uma benção com que a vida me premeia!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Um beijo ao sol!

foto da net


Ofereci um beijo ao sol num fim de tarde, de verão!
Ele, retribuiu com calor, num gesto quente de ternura!
Veio intenso, veio impiedoso,
Veio convidativo à prudência de quem o recebe...
Acompanha-nos pela restinga,
segue-nos até à foz, num calor ruidoso que queima em cada nota,
como que de uma sinfonia se tratasse!
Todos apreciam o seu espectáculo e aplaudem com gratidão,
pois se a sua sinfonia fosse silenciosa,
a plateia emudecia sem emoção!

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sorriso!!!

foto da net

Hoje, perguntaram curiosos, o que desejava para amanhã!
Aprendi com a vida, a valorizar os dias que se sucedem,
sem atropelos nem pressas!
Sorrio ao acordar por poder enfrentar um novo dia,
por sentir pela manhã o acordar de quem mais amo!
Sinto-me abençoada por vos ter, por convosco poder viver,
por vos ver ao meu lado sem medo da entraga ter!
Festejo a vida todos os dias!
Celebro este nosso viver a cada momento que passa!
E convosco, aqueço o coração e partilho o que recebo!
Estou em festa, sim!
Estou em festa por vos ter!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Cores do amanhecer

foto da net

Acordei e sentei na janela virada para o monte de Faro!
Esposende dormia, o rio passava sereno e o sol desenhava o seu trajecto!
Vinha cheio de encanto, dava já luz de fogo, cor de afago quente,
num amanhecer que se avizinha colorido!
Sobe calmamente, apaga a escuridão da noite e acende, gradualmente,
o dia que nos vem oferecer!
Vem aí o dia!
O dia dos minutos sem tempo!
Do tempo que veio para passar sem por ele dar conta nem para ele olhar!
Hoje, a ordem do dia é andar devagar!
Chegar à praia e contar os beijinhos do mar!
Olhar as dunas e a sua forma apreciar!
Vou com o sol, pois ele já me vem buscar!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Finalmente...férias!

foto da net

Finalmente, a hora de parar!
Não vou parar totalmente,
mas, seguramente, vou andar mais devagar!
Vou canalizar as energias para o que realmente me merece atenção!
Dar de mim aos meus, numa temporada de aventura, de partilha em tempo e local!
Se o dia for comprido, será para mais de mim dar,
com total disponibilidade num mergulho de férias,
e inspiração do mar!
Hoje a vontade é de parar...
Ressacar de cansaço, para voltar a andar, andar...e andar!

terça-feira, 27 de julho de 2010

A gala da lua...

foto da net

Hoje a lua vestiu-se de gala!
Trajou de escarlate com nuances gray!
Viu-se cortejada pelo sol, que lhe ofereceu o calor do dia!
Hoje a lua espreitou pela colina,
segredou à copa das árvores o seu amor de verão!
Veio solene, veio com olhar apaixonado,
como quem chega com a história por contar!
Passou!
Foi segredar até ao mar...
Sentou-se na água e murmurou nobre sentimento,
o mais gracioso encontro que permitiu,
olhar e ver...o luar!
Hoje a lua vestiu-se de gala,
iluminou a noite para eu poder dançar!

domingo, 25 de julho de 2010

por adMYRArte!

foto de Luísa


Num pedaço de linho escrevi,
letras da escola bem desenhadas!
Dei-lhes a cor da terra e pensei:
Serão símbolo do Minho,
Ficarão bonitas se bordadas!
No meio das flores bordadas,
pintei algumas pétalas de companhia,
o bordado é arte minha,
a pintura, símbolo da arte de Myra!
Se nas pontas fiz um pontinho,
em crochet bem português,
no fim só me restava:
um pensamento de Myra,
uma lição de arte , como só ela fez!


quinta-feira, 22 de julho de 2010

Minho, rio que corre sem parar...

foto da net


...e chegou!
Chegou com vontade de encontrar!
Desejo de descobrir a costa e pelo oceano entrar!
Minho de seu nome, verdejante espelho das suas margens,
traz nas suas águas a inspiração do poeta!
Deu a água do meu baptismo e salpicou a alma de letras!
A simbiose entre o leito e a margem,
entre a humidade e o capim,
do cheiro das águas correntes ao aroma dos carvalhos sem fim!
Minho, rio que corre sem parar!
Rio das origens, da vontade de andar...
Das tardes passadas a ver-te desaguar!
Trago-te traçado na alma,
No olhar de perto,
por teres sido o primeiro a comigo navegar!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O começar do dia...

foto da net

...com uma melodia,para que saiam de casa com vontade de sorrir!

domingo, 18 de julho de 2010

A...ventura!

foto da net

Vi o tempo passar, com brisas de cor!
Ondulava em tom rosa, tal ventura trazia!
Deslizava por entre pregas de risadas e boa disposição!
E no centro da sua jornada, estava a vida, vivida com emoção!
Cada dia é uma pétala que assume tons diferentes!
À flor todas fazem falta, todas são importantes!
E, um dia, quando delas já não se falar, pela beleza estar esquecida ,
há-de haver um aroma no ar, que jamais estará perdido!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Noite de luar

foto da net


Abri o olhar ao céu e senti o aroma das estrelas!
Estavam tilintosamente cheirosas!
Sorriram ao olhar para mim, como quem abençoa um olhar distante!
Fui olhar e ver! Fui sentir a melodia das suas danças!
Contemplei o brilho calmo das suas vestes e pensei:
que bom terem vindo para minha companhia!
Hoje a noite no céu está linda!
E na leitura do seu teatro celeste,
apareceu a Lua, como uma lanterna só minha!

sábado, 10 de julho de 2010

Inspiração Vert

foto de JOÃO MENÉRES - http://grifoplanante.blogspot.com

Vim ver-te Verde!!!
No meio do verde Minho, na pacatez da ruralidade,
na calma dos dias de verão onde o dolce fare niente tem duplo sabor!

Vim ver-te Verde!
Na imensidão de um palmo de ramo,
De um belo cano de palma,
de um refrescantes sombrero verde!

Vim ver-te Verde!
Sempre belo e inesperadamente captado!
Vim ver-te Verde,
num momento especialmente relaxado!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Hoje estou assim...

foto da net

Hoje estou assim:
com o coração XL, mas pesado demais para mim!
Hoje estou assim!
Carrego-o com carinho e levo-o comigo.
Vai contente! Vai com vontade!
Vai aliado,
companheiro de emoções vagas e supremas!
Hoje estou assim!
Puxo o coração que me leva a mim!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Dias quentes de verão...

foto da net

Veio o sol intenso na ponta de estação,
veio quente e abrasivo, como quem vem sem perdão!
Invasivo, infiltra-se nas gentes, deixando-as prostradas!
Não lhes oferece uma lufada de vento para as deixar animadas!
Veio agreste! Violentamente seco...
Apresenta-se como um teste, medindo a resistência dos vulneráveis!
Ai SOL, potente e caloroso,
O verão é jovem ainda,
e tu, já te mostras tão temoroso!
Deixas-nos com vontade de parar!
De deixar o tempo andar sem para ele olhar...

terça-feira, 29 de junho de 2010

Uma flor para Myra Landau!



Um dia, quando souber escrever,hei-de oferecer-lhe palavras,
Juntá-las com jeitinho numa redacção digna dos Mestres!
Um dia, quando souber cantar, dedicar-lhe-ei uma canção,
Com lírica e harpa a acompanhar, digna das Senhoras distintas!
Um dia, quando souber dançar, hei-de dedicar-lhe um bailado,
Com coreografias singulares, digna de alguém que aprecia arte!
Um dia, quando souber talhar a madeira, enviar-lhe-ei um escultura,
Com contornos de delicadeza, digna de um ser que olha a vida com sabedoria!

Um dia, querida MYRA, hei-de saber ser-lhe igual!
Muito, muito obrigada!

sábado, 26 de junho de 2010

Dicionário dos Fafenses de Artur Ferreira Coimbra

Lançamento da 2.ª Edição do livro "Dicionário dos Fafenses", do digníssimo Artur Ferreira Coimbra.
Um elogio aos "filhos ilustres que se distinguiram, ou salientam,...,pela acção nos mais diversos domínios da vida social, política, económica, desportiva, religiosa ou cultural."


O autor, Artur Coimbra,com um dos filhos adoptivos da terra, Justino Vieira Vilaça.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Bom dia!

foto da net


Acordar, olhar o dia e dizer "bom dia"!
Abraçar o imenso céu azul e senti-lo nosso por mais um dia.
As nuances que, por vezes, escondem o sorriso,
desvanecem na alegria de enfrentar o novo dia.
Vida!Partilha de sentires e saberes!
Observatório dos que deambulam por ti sem de ti perceber!
Vida! Aqui vou eu, rumo a ti para te aprender!

domingo, 20 de junho de 2010

O que escrevo no sentido da luz...

foto da net

Ofereceste-me o lápis para com ele marcar caminhos
Acompanhaste-me no seu traçado sem rasuras nem desalinhos!
Por vezes, interrompi trajectos, optei por outros traçados,
dei uso ao pregaminho, marcando nele momentos passados!
De todas as rotas desenhadas,
foram os passos em frente que me definiram e formaram novas rotas!
Nestes traços desenhados, vejo a luz do meu caminho,
por vezes ténue...por vezes intensos de carinho!
As linhas que descrevo veem algo continuo,
veem a claridade na frente do percurso!
A regulação da sua intensidade,
está nas mãos que escrevem o destino!

terça-feira, 15 de junho de 2010

repouso suave...

foto de J. Costa, do http://fotosmarinheirocosta.blogspot.com/

Ancorei da azáfama do dia, reservando-me o direito de parar!
Espelham-me as águas da Ria, como quem mostra o repousar!
Ao longe, vi o sol deitar-se, dando luz a outras gentes.
Vi a lua levantar-se trazendo a meia-luz condizente!
As águas pararam por respeito à energia da calma sentida!
Quando esta penumbra se apagar, voltará o rasgo de um novo dia.
Virá a labuta abençoada, encarada com alegria...

domingo, 13 de junho de 2010

Olhar e ver...

foto da net

Fui andando, caminhando, observando...
Dei conta dos passos dados, dos aromas encontrados,
dos sons no céu tocados e das cores do campo anunciadas!
Caminhei livremente pelo campo, senti no ar o anuncio de pureza,
o aviso das aves no ar e o toque do vento sorridente nas papoilas!
Nesta leveza dos dias, consegui olhar e ver,tocar e sentir,
inspirar e absorver todos os sinais de vida que a natureza tem para oferecer!
Por entre verdes ramas, erguem-se pirilampos laranja que acenam às nuvens,
piscam olhitos negros ao sorriso de um ser que passa e as contempla!
Um presente a quem vem olhar e ver...!