sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Diferente...

foto da net


Se me visses olhar-te em terra
Saberias do prazer por ver-te verde!
Tens-me espectadora da dança que fazes ao vento
e admiradora do som dos teus cantos!
Vens delgada do tronco que te sustenta,
Rasgas-te  do castanho em fio de luz,
encetas-te  num leque,
como quem sorri e seduz !
Hoje olho-te verde!




16 comentários:

  1. Verde é a cor das matas, da esperança... verde tranqüiliza e revigora!
    Que a vida seja mais verde para nós!
    Um grande beijo com muita saudade!
    Li

    ResponderEliminar
  2. Olhar verde é ver vida, natureza, esperança...Lindo!beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. E nos fez renascer em esperança, uma linda imagem num poema tão belo.



    ¬
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Linda a imagem o poema!

    Um beijinho amigo,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  5. "Tens-me espectadora da dança que fazes ao vento
    e admiradora do som dos teus cantos!"

    e, eu admiro-te!
    lindo!
    beijinhos

    ResponderEliminar


  6. Lindo leque de VER...
    de verde natural!

    :)

    ResponderEliminar
  7. E eu fico com a esperança da tua compreensão, LUÍSA...


    Um beijo, sim ?

    ResponderEliminar
  8. E é a beleza do verdadeiro olhar, um olhar através do mais belo que a natureza nos oferece e que procuramos encontrar em cada um de nós.. um olhar transparente e puro!

    Gostei do seu espaço, um lugar de requinte onde as palavras fazem diferença!

    beijinho

    ResponderEliminar
  9. E, enquanto o dia 15 não chega, venho aqui deixar um beijo de AMIGO.

    ResponderEliminar
  10. Ora,dizem que o verde é esperança,a verdade é que sem verde não se vive,que seria de nós se não tivesse-mos o verde dos campos, o verde das hortas e por isto e mesmo só por isto te digo para continuares a olhar de verde!
    Está bonito e como também tu és linda,muito bom é umolhardeperto.sag

    ResponderEliminar
  11. Verde! a cor da esperança, das planicies e planaltos, vida em liberdade. Vooa amiga, abre as asas e dá cor, à noite cinzenta... Bj

    ResponderEliminar
  12. Oi, Looeeza.

    Eu poderia dizer que esse texto é 'acutilante'? (risos....)
    Eu não sei que significa essa palavra que tu usaste.
    Explicas-me?

    Beijocas.

    ResponderEliminar
  13. A diferença entre as criaturas está nos olhos de quem vê e no amor usado como lente!

    Parabéns pela reflexão que nos trás!

    Parabéns também pela sua data especial, dia internacional da mulher!

    Abraços renovados!

    ResponderEliminar

Olhares de perto