segunda-feira, 13 de abril de 2015

Leituras soltas

Palavras
Soltas palavras em vão
num qualquer vão de conversa,
sorrindo com o olhar!
Se soubesses medir o que digo,
depressa pedirias um metro
para guardares o comprimento de todo o meu amor!
Palavras...
Palavras são legendas do coração,
leituras de antenas ligadas,
tradução de tudo o que vai cá dentro
e te ofereço na redação!
Hoje, só hoje,
promete que me irás ler!




5 comentários:

  1. Tenho-a lido.
    E gosto.
    Ah, e nem sempre as palavras as leva o vento...

    ResponderEliminar
  2. Não queria ser dos primeiros a comentar, Luísa...

    ResponderEliminar
  3. Eu leio-te sempre, Luísa !
    Mas este poema, mais um Poema de Amor não é, naturalmente, dirigido a mim.
    A minha intenção era que além de o ler aqui deixasse o seu comentário...

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  4. Continua em grande. Parabéns.
    Beijo DB

    ResponderEliminar
  5. Eu li, mesmo sabendo que não é para mim.
    BFS, Luísa.

    ResponderEliminar

Olhares de perto