segunda-feira, 19 de março de 2018

Contos II


Um dia era de canos,
No dia seguinte, de botões!
Entre a escassez dos mimos de sol
E a imensidão dos pingos-caídos
Vestiu-de de beleza rosa
Brocada em flor de ameixoeiro!
O céu cobre-a,vestindo-a,
a terra acolhe-a, 
projetando vida em fruto!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olhares de perto