terça-feira, 23 de agosto de 2011

Companhia num olhar de perto

foto by me

Oiço-os, desde sempre, segredarem-me ao ouvido o calor da foz!
Vejo-os num olhar de perto, anfitriões marcadamente sossegados!
Fazem baloiço no ancoradouro...sorriem nos cabos que atracam os botes,
e neles testam o equilibrio do seu habitat!
Recebem-me bem!
Fazem-me companhia nos metros rodados das margens que lhes fazem casa!
Hoje, vieram em bando...mostraram pacatez no poiso, no planar!
Ensaiaram ser arrojados como quem planeia de novo voar!
Hoje, tive companhia no olhar!




5 comentários:

  1. [imensa a margem do voo que se faz corpo de letra, poema e companhia]

    um imenso abraço,

    Leonardo B.

    ResponderEliminar
  2. Esse Cávado é dos mais belos rios que Portugal possui e nessa foz tu escreves palavras segredadas aos barcos que passam e às gaivotas que chegam para te acompanharem.

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  3. que pena que nao conheço estes lindos lugares em Portugal, minha querida Luisa, gostei muito da foto, e gosto muito das gaivotas, e nem se diga do que voce escreveu!!!beijos

    ResponderEliminar
  4. linda a imagem e as tuas palavras que a acompanham!
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  5. São outras as gaivotas do meu mar
    Quem sabe se são primas afastadas
    são outros os rios do meu sul
    águas mais quentes
    corpos pachorrentos
    noites arrastadas

    decerto o mesmo azul

    mas
    as minhas gaivotas tagarelas
    discutem todo o dia nas falésias
    descascadas
    "algaraviam" por cada lugar na rocha
    como velhas vizinhas amargas e cansadas


    LUISA
    passei aqui por perto
    não por acaso
    foi mesmo sugestão
    já é tão tarde
    cansada vou dormir
    mas vou voltar
    hoje foi dia em cheio
    DESCOBRI FILÃO

    ResponderEliminar

Olhares de perto