terça-feira, 18 de setembro de 2012

Deixa-me falar primeiro...

foto da net
 
 
 
Deixa-me falar primeiro
Dizer que a lua brilha e a luz vem de dentro,
Do cantinho supremo que alimenta a raiz
e nos tropeça em emoções contidas!
Deixa-me dizer sem tremer com a voz
Que as palavras são parcas
E parcas são as ações perdidas
quando todos se rodeiam de nós!
Deixa-me falar primeiro,
Dizer que choro com tulipas brancas embrulhadas em jornal,
que gosto do afago no cabelo,
do olhar de cumplicidade,
e da prioridade em me deixares falar!
Só tu sabes porquê!
 
 

3 comentários:

  1. Tão lindo, LUÍSA !...

    Acho que vai ficar bem contente e sentir-se feliz !

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  2. nos tropeça em emoções contidas!

    magnifica frase!!! todo o poema é digno de voce!!!!
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Deixo-te falar primeiro Luísa; falas com tanto amor.
    beijos

    ResponderEliminar

Olhares de perto