sábado, 30 de abril de 2011

Sopro de letras...

foto da net


Pego-te ao colo com carinho e desfolho-te com desejo
A cada letra que percorro procuro em ti a riqueza desse ensaio
Dessa experiência testada com resultados de arte combinada
entre o saber das letras e o conhecer das suas ligações!
Cada página passada, tem notas de memória, tem registos e anotações!
Vou andando, vou-te lendo devagarinho,
provando cada palavra que fez nascer esta página
de cotas pensadas e metricamente colocadas,
para que me agradasses e alimentasses a vontade de te ler!
Foste livro em mim, num sopro de letras atiradas ao ar!

6 comentários:

  1. Lindo,Luisa! E um livro é sempre importante! beijos,ótimo fds,chica

    ResponderEliminar
  2. minha querida Luisa, esplendido este poema sobre o LIVRO!!! eu tbem leio BEM, cada palavra e se o livro é realmente bom, nao o quero acabar...vou devagarzinho...
    beijos muitos

    ResponderEliminar
  3. Hoje é dia de sossego.
    Por isso, enquanto uns escolhem uma flor, outros uma imagem, tu soubeste encontrar as letras que fazem um livro.
    Gostei muito, LUÍSA.

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  4. Poema lindo num belo traçado da escrita. Abração.

    ResponderEliminar
  5. Perfeito e lindo Luísa!

    Feliz Dia da Mãe, minha amiga!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  6. LER É FANTÁSTICO, SEJA EM QUE PELE FÔR.

    ResponderEliminar

Olhares de perto