segunda-feira, 19 de março de 2012

Papá

foto da net

Como gosto de te ver escrever!
Gosto das tuas canetas e da tua mão a deslizar sobre o papel!
Gosto dos traços que escreves, das linhas que te reservas no silêncio do que está por escrever!
Gosto dos aparos de prata, dos tinteiros, do papiro e da fita de seda de marca!
Gosto do que te oiço dizer, dos programas que tens para fazer e do que deixas de viver...
Gosto das lições de amor que ainda dás!
Gosto da tua ira quando a paciência não te assiste!
Gosto do teu humor sábio,
e da boa disposição por nos veres ao pé de ti!
Gosto de lembrar o que fizeste,
de te enaltecer pelo que me deste,
e de falar de ti aos amigos!
Gosto de ti pelo que és,
gosto de ti pelo que ainda não foste!
Afinal,
Gosto de ti todos os dias,
Papá!


9 comentários:

  1. precioso e sentido

    Xose figueroa

    ResponderEliminar
  2. Uma bonita homenagem, adorei!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Lu, que mensagem linda!
    Belo poema de amor!

    ResponderEliminar
  4. LUÍSA

    Vivi cada idéia, cada linha, cada palavra da
    " CARTA " que dedicaste ao teu Pai !
    Aqui mesmo ao lado, está à vista o teu PRESENTE DE NATAL em que me pediste um pequeno texto para NOTA DE ABERTURA de uma SURPRESA que ias oferecer ao Senhor Vilaça, teu ditoso Pai.
    Nessa ocasião, bem me lembro, fiquei -te muito grato por te lembrares de mim para colaborar, embora modestamente, em OBRA tão significativa.
    Já éramos amigos virtuais há tempo. Uma tarde, apareceste-me em casa com o Zé, teu marido.
    Fiquei impressionado com a sensação que em mim provocaste :
    Tanta BELEZA INTERIOR, TANTA GRACIOSIDADE, TANTA SIMPLICIDADE !!!
    Jamais esquecerei essa hora.
    Continuas, a cada dia que passa, a reforçar essa sensação e a fortalecer a AMIZADE e CONSIDERAÇÃO que te devoto.
    Tenho MUITO ORGULHO em saber que posso contar contigo em qualquer circunstância.
    De ti, SEI MUITO, que POUCOS SABERÃO.
    Por TUDO que ÉS, sinto-me MUITO FELIZ.
    MUITO OBRIGADO, LUÍSA !
    Vou deixar-te, hoje, MIL BEIJINHOS, como é teu hábito terminares os comentários que fazes no
    GRIFO PLANANTE, sem antes te desejar muitas felicidades e à tua ANA e FAMÍLIA.

    ResponderEliminar
  5. Palavras tão lindas Luísa.
    Emocionam.
    Quisera poder dizer tudo isso.
    Já não posso mais.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  6. ah, minha queridisssssssssima Luisa, voce disse aqui tudo que eu sinto pelo meu Pai, longe de mim faz muito tempo e qdo ele se foi, eu perdi minhas raizes,,,ficaram bem poucas e qdo se foi tbem meu irmao, ai morreram todas!
    lindas palavras...eu gostaria de ter escrito isto a eles dois...
    os beijos que te mando sao poucos por tudo que voce merece!!!!

    ResponderEliminar
  7. Gostei mt do teu blog. E que tal se nos seguíssemos uma à outra?*

    ResponderEliminar
  8. Lindo e vindo do coração!beijos,chica

    ResponderEliminar
  9. Gracias por hablarnos de tu padre y traernos en volandas a los que ya se han ido.Un biquiño de A.Dulac

    ResponderEliminar

Olhares de perto