segunda-feira, 9 de julho de 2012

Pensamentos...

foto da net


Gosto de sentir o preenchimento da distancia,
De apanhar o que foge entre os dedos
E ouvir sem fala o discurso dos sábios loucos!
Gosto do cheiro a bom gosto,
Da calma da simpatia,
do sorriso e da alegria de quem se senta ao meu lado!
Gosto da serenidade,
Da delicadeza,
Do humor espontaneo
e do olhar audível e mudo!
Gosto de gostar,
de gente de alma lavada e sem peneiras!
Gosto do que é chique,
do que tem requinte natural e nos alimenta o intlecto só de olhar!
Gosto de estar sem estar,
gosto de ir sem caminhar!
Gosto de gostar,
mesmo que gostando passe a não gostar.



3 comentários:

  1. Estás a admitir deixar de gostar de mim ?
    -CREEEEEEEEEDO !!!....

    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  2. É Luísa; também gosto "de quem se senta ao meu lado" de "humor espontaneo" e "de alma lavada"".
    Gente boa. É a gente que eu me cerco.
    Linda gente!
    Linda tua escrita!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. "E ouvir sem fala o discurso dos sábios loucos!..."

    lindo tudo que escreve, mas e quem sabe porque amei muito desta frase...
    beijossssssssssssssss

    ResponderEliminar

Olhares de perto