domingo, 17 de março de 2013

Um dia...

foto de Luísa - Póvoa de Varzim - março 2013
 
 
Entre o oiro que recebe quem entra
e o anil que pinto o mar
há um azul encoberto no céu
que se esconde nas lonas chorosas e passageiras!
Estava frio, humido e ventoso,
mas belo como sempre!
Entre o oceano que abraça ambos
e o sonho de quem lá vai
há a alquimia do ser...do devir...

4 comentários:

  1. É o horizonte, o pisar na areia. O primeiro arrepio da água do mar.
    É o cheiro, o vento, o sentir na pele. O sal.
    Eu amo tudo isso.
    Nessa vista nem importa a cor.
    Beijos querida Luísa
    tua foto é fantástica!

    ResponderEliminar
  2. Primeiro vamos à imagem :
    Se tivesses cortado um bom bocado à areia, de tal modo que a quantidade de areia fosse igual à quantidade de mar ( refiro-me à mancha de uma e de outro ), tinhas conseguido uma imagem que o FRANCO FONTANA não desdenharia ter feito !
    ( Coloca uma cartolina e v~E aí no monitor a surpreendente imagem que te aparece ! ).

    Agora, sim, vamos ao poema :

    Só te posso dizer que está muito bom !

    E só agora li o o que a LI escreveu : Nessa vista nem importa a cor.


    Um beijo feliz convosco.

    ResponderEliminar
  3. fantastica foto, esplendida e tuas palavras me entram diretamente no coracao!
    beijos mil

    ResponderEliminar
  4. Luisita,são estas lonas chorosa que por vezes nos tolhem o descernimento, e nos fazem esquecer que são passageiras, e que depois nos deixam ver o azul do céu.

    Beijino.Fi

    ResponderEliminar

Olhares de perto