quarta-feira, 2 de março de 2016

Emoções

foto da net
Vive de emoções
no colo do olhar faminto da expressão!
Presa nas emoções 
impedida da liberdade do sentir
na corrida ao expresso do amor!
Danças de sentimentos
entre os passos batidos da vida
e o ritmo marcado pela sonoridade...
Timbres!
São melodias da escrita perdida nas palavras
e o casamento feliz no aroma do teu olhar!
São vidas...são emoções!

1 comentário:

  1. Deste poema, Luísa, logo me saltou o seu início :

    Vive de emoções
    no colo do olhar faminto da expressão!


    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar

Olhares de perto