quarta-feira, 25 de maio de 2016

Retratos da certeza na dúvida

foto de João Menéres: www.grifoplanante.blogspot.com

Pedes calor,
terás fogo!
Lembras carência,
verás fartura!
Referes guerra,
virá a paz !
Tudo que tocas
reflete luz
e a luz que brilha
ofusca a cegueira dos demais!
Elevado no mais belo sonho
num sono que julgou perdido!
Malvada lucidez do ser,
penetrante raiz que edifica e leva a
que procure em Marte o chão já perdido!
Retratos da certeza na dúvida...

4 comentários:

  1. Já que não vou falar da imagem, do teu belíssimo poema, destaco :
    " Malvada lucidez do ser,
    penetrante raiz que edifica e leva a
    que procure em Marte o chão já perdido ! "

    Um grande beijo de parabéns, Luísa !

    ResponderEliminar
  2. A isto se chama a arte de viver,e a nossa Lu tem mestrado, no seu dia-a-dia, tirar Luz na estupidez de serem(os/as que insistem a serem azedos nesta vivência)
    Lu, querida um abraço e obrigada por mais este "bafejo"
    sãozita

    ResponderEliminar
  3. "e leva a que procure em marte o chão já perdido".

    Olhar arguto do retrato, tristemente, fiel da humanidade.

    ResponderEliminar

Olhares de perto