Rasgou a serenidade

Foto de Xose Figueroa Lorenzana

Sempre foi assim!
Olhava sem comentar
(a não ser com o franzir dos olhos)!
Seguia a sua vida enquanto lhe batiam nas costas a pedir conselhos!
Elegante, 
de tons suaves e mudos, não se lhe perdia um tom!
Raramente sorria e quando o fazia espelhava ternura,
calor e colo, de quem caminha pelos picos suaves da montanha da vida.
Aprendeu cedo a calcorrear as beiradas da estrada,
enchia-se de flores campestres que guardava num braçado até chegar ao destino.
E que aroma deixou!


Comentários

  1. Palavras que falam tanto...LINDO e a foto igualmente...Há quem deixe perfumes... beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Serão esses os perfumes da vida?
    A foto é de uma sedução magistral.
    .
    Bom feliz fim de semana
    Proteja-se

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Olhares de perto

Mensagens populares deste blogue

Olho de sol...numa saia azul!

A luta do luto

Solas de areia em pés descalços