sábado, 25 de outubro de 2008

Cansaço Horroroso

Hoje acordei e pensei:
Jamais poderei sentir cansaço
Jamais anotarei as fadigas alheias
jamais sentirei as dores dos outros como minhas


Hoje decidi ser infalível
Decidi arremessar os maus ventos
Decidi empurrar para longe o pessimismo


Levantei-me e pus um motor de arranque
Não em mim, mas no que estava parado
Inicio de uma outra abordagem
Fim de uma comodidade cómoda!

Não vai ser fácil
Pois o cansaço já espreita
A firmeza já vacila
O sorriso já esmorece.

Mas, como é um início
aqui vou eu,
Rumo a uma nova vida.
Rumo a uma permanente partilha
Mas a uma partilha sustentada.

Hoje estou cansada
e este cansaço derrota-me à partida.
Mas poderei sempre com ele!

1 comentário:

  1. olá luísa!
    Brigada pela força!
    mas como sabes há dias em que tudo esmorece, e sentes-te mt mt sozinha sem esperança possível...sempre fui mt péssimista mas sei que esta minha maneira de pensar tem que mudar,mas com todos os acontecimentos na minha vida torna-se complicado!mas já prometi a mim mesma!vo ser optimista...ou pelo menos tentar beijokas

    ResponderEliminar

Olhares de perto