sábado, 8 de maio de 2010

Surpresa...da natureza!



Ao passar, de olhos cheios de verde,
Damos conta dos animais, que repastam na vereda!
Os pardais passam em bando, animados vão no voo,
Não se aproximam do solo, com medo de algum lobo!
Os grilos flauteiam canções, livres mas afinadas!
Em cada kilometro precorrido, respira-se inspiração,
Daquela que nos faz dançar com o lápis, por não termos papel à mão!
Quando a serra descer e a casa chegar, vou ter que dar ao dedo,
pois levo imensas histórias para contar!
Hoje apresento-vos os serranos equídeos,
de pêlo castanho e sedoso!
Não se assustam com o trabalhar do motor,
mas assustam quem passa,e silenciam o autor!
Apresentam galopar trauteante,apressado e ligeiro!
Depois da refeição completa,
Vão sem rumo...e olhar certeiro!

11 comentários:

  1. Entendo essa dança do lápis na espera do papel. Há momentos que urge guardar. Equídeos,serra e verde é decerto, um deles.

    L.B.

    ResponderEliminar
  2. Linda surpresa,Luisa!um beijo e tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. A natureza das letras a condizer com com a vida natural!
    BJS

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Que bela imagem...adoro equinos e só de olhá-los sinto-me mais leve :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Olhos que se enchem de verde...
    Olhos doces que buscam...
    Será a beleza da Lameira?
    Mas, é UM OLHAR DE PERTO,
    que nos traz tanta beleza!

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  7. sabe os animais que mais gosto sao os cavalos, os cachorros e os elefantes!!! qdo era jovem eu galopava!!!! adorava!!!lindo poema linda foto, minha queridisima Luisa!
    tantos beijosssssssssss

    ResponderEliminar


  8. Sur
    presa,
    mas que solta a imaginação!

    Bela IMAGemAÇÃO!

    :)

    ResponderEliminar
  9. Consegui me imaginar perto da natureza ao ler esse pequeno mas poético texto.
    Abçs,
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Gostei muito Luísa....a serenidade instalada! beijinho terno

    ResponderEliminar

Olhares de perto