quarta-feira, 25 de abril de 2012

Basta, vida! Basta!

foto da net


...terei tempo de parar!
De olhar em volta e questionar:
Que esperas de mim, vida?
Que reservas para quem de ti faz parte e se assume parceira do bem?
...terei tempo de bater com a porta e dizer "Basta!"
...terei tempo de me zangar e chorar!
...terei tempo de mudar e talvez jamais voltar ao tempo de não ter tempo para de mim cuidar! 
Basta vida! Basta!
Não me testes a paciência...
...pois sou apenas um ser que também tem um coração a bater!

5 comentários:

  1. Luísa, boa noite!
    Às vezes, é precisamente assim que também eu me sinto e então, a vontade de gritar um "BASTA" à vida é real e compulsiva!

    Beijinho amigo,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Belo desabafo,Luisa!!beijos,tudo de bom!chica

    ResponderEliminar
  3. Estou muito surpreendido, LUÍSA. Apreensivelmente surpreendido e preocupado.
    Lamento a situação que te faz reagir assim.
    Ès forte, muito forte. Por isso, tenta não perderes a paciência.
    NÃO TE ARREPENDERÁS ( e tu, sabes que falo por experiência própria....).

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
  4. nao, nao e nao Luisa, nao quero que voce diga isto!!! eu sim, posso dizer, mas voce é jovem e cheia de energia!!!!! qualquer situaçao que te faz pensar assim, voce vai vencer!!!!!!!
    um enorme beijos cheio da amor!!!!

    ResponderEliminar
  5. Mas isso é mesmo a sério?! A vida é a única coisa que temos. Há que curtir e estar bem. Não temos outra solução. Beijos.

    ResponderEliminar

Olhares de perto