segunda-feira, 30 de abril de 2012

Virou-se ao contrário

imagem da net


Ops!

Fez o pino!
Saltou entre as mãos e virou-se ao contrário
Provou que de si o que cai flutua no chão
e sorriu pelo harmonia em desiquilibrio,
pela sensatez que brota pelo coração cheio,
pela doce sensação de vazio preenchido!
Virou-se ao contrário!
Virou-se ao contrário!
Virou-se ao contrário...
...e não caiu!

5 comentários:

  1. Que bom!Ela viu que pode mudar!!! beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Fez-me lembrar a imagem num espelho, LUÍSA...
    Só que no espelho não davas a volta de 180º...


    Um beijo amigo e, uma vez mais, muitos parabéns !

    ResponderEliminar
  3. e nao vai cair nunca!!! beijos, querida e grande Luisa!

    ResponderEliminar
  4. "De ponta cabeça" como dizem nós os paulistanos!
    Luísa, é tão bom e tão necessário olhar o mundo de outras vistas, de outros ângulos!
    "E não caiu", só mudou o jeito de ver.
    Com carinho e com um beijo.

    ResponderEliminar
  5. quem sabe fazendo como ela a vida fica direita
    bjs

    ResponderEliminar

Olhares de perto