sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Onde eu moro...piso terra e sonho a lua!

 
foto da net
 
Moro na minha rua
Naquela de árvores altas e verdes
De folhagem densamente dançante!
Moro na minha casa
Aquela pintada de branco
De escadas com degraus simples e retos!
Moro no meu quarto
Aquele de janelas altas
decorado com cortinas ao vento!
Moro dentro de mim,
numa rua sem fim,
cheia de cruzamentos e encruzilhadas!
Moro num stop!
Num sinal permanente de intermitência...
num silêncio ruidoso dentro de mim!
Moro com os pés na terra...
...e a cabeça na lua!
 

12 comentários:

  1. Também moro numa rua assim
    Com àrvores novas que ainda não dançam muito bem.
    A casa não é branca, é de um rosa velho, assim
    como eu sou também.
    A minha rua, a que dizem ser a mais comprida,vai dar ao mar.
    Ao mar sem fim.
    O mesmo onde te banhas no Verão.
    Não tenho stops à porta.
    Por isso só páro na esquina abaixo, antes de decidir
    se sigo a minha vontade
    ou a de uma outra obrigação.

    Um beijo, Luísa.

    ResponderEliminar
  2. lindooooooooo...!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá Luísa, é lindo o teu poesia, tudo perfeito!!!! Aproveitar toda a mora que estava em vossa volta. Beijinhos grande.

    ResponderEliminar
  4. ...morro dentro de mim...
    MAGNIFICO!!!
    que bom , ...um pé na terra outro na lua...beleza, amo voce!

    ResponderEliminar
  5. Chica,

    beijinhos mil pela presença assidua!
    Tem dias em que a escrita nada diz de mim...apenas fala por mim!
    ;-)

    ResponderEliminar
  6. João,

    a minha rua "in fact" não tem nada a ver com o que aqui descrevi...
    Não tem árvores, é de alcatrão,as casas têm muros altos e todos albergam um cão!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Pedro Clash, meu amigo,

    linda é a tua presença neste olha de perto!
    Mil beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Pedro Sérgio,

    grata pela visita ao sitio node moro!
    ;-)

    ResponderEliminar
  9. Myra,

    tento não morrer dentro de mim....mas ser uma residente desta minha morada com alguma sanidade mental!
    Estou cansada desta morada...
    Beijinhos mil

    ResponderEliminar
  10. Cada um pode sonhar com uma rua, LUÍSA...
    Eu só procurei dizer-te quanto admirei a tua postagem ( escrita e imagem ).

    Um bom Domingo ( acordado tarde, vou agora para Barcelos ).

    Um beijo.

    ResponderEliminar

Olhares de perto