segunda-feira, 26 de outubro de 2015

A ti, João!

"A escrita acabou.
Ficam os textos por dizer."

Lês nas entrelinhas
linhas já escritas
decifradas sem código.
Se daqui arranca um novo texto...
Se daqui sai uma nova vaga...
Se virão ensaios de prosa 
rimados com inspiração...
Se...valorizas uma frase...
...então prometo voltar.
Voltar sem acordo!
Apenas prometo voltar
com letras de outono
embrulhadas no sono das folhas caídas!



6 comentários:

  1. Tenho na minha frente, sob o Mac o teu delicioso cartão...

    Este teu poema, que poderia chamar-lhe de PROMESSAS é maravilhosamente bonito !
    É doce.
    É amigo.
    É um incomensurável afecto.

    Nós dispensamos acordos. Sabemos isso !
    Se valorizo ?
    Queres outra prova ?
    Aqui vai ela :
    Apenas prometo voltar
    com letras de outono
    embrulhadas no sono das folhas caídas!


    Um beijo amigo, tão amigo...


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por tudo!
      Obrigada por seres amigo!

      Eliminar
  2. Que bom que acenas com volta...Não podes calar tuas palavras! beijos, mesmo que não comente , sempre que posso te leio e gosto! bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chica,
      há um bichinho que me empurra para a escrita....e outro que me expulsa destas andanças!
      E, depois, há um amigo que me motiva...esse amigo é o João! Ele lê-me por dentro, sabe bem como me "espicaçar" para as letras". A Chica também sabe. Devo-vos isso! Beijinhos

      Eliminar
  3. e vai voltar com ainda mais lindas papalvras! te quer tanto bem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. adMYRAvel amiga,
      são palavras como as vossas que me empurram para continuar!
      Mil milhões de beijinhos só para si.

      Eliminar

Olhares de perto