segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

...muito do que me resta!

Foto de Luísa Vilaça.
foto by Luísa

Sou um pouco de mim 
e muito do que me resta!
 Amanhece, lentamente, 
na colina do meu olhar! 
Horizonte azulado, de quase-luz iluminado, observatório sereno da valsa do sol! 
Levantem-se! 
O espetáculo vai começar! 
Aplausos para o palco! 
Já se vêem as vestes do dia! 
Já se sentem os acordes a tocar! 
Depressa, devagar, acordem! 
Despertem!
Um sentimento de mim,
numa linha de céu a desenhar!

4 comentários:

  1. E eu que tantas vezes me levanto às 4 da manhã e nunca tenho a colina para olhar...

    Um beijo amigo, Luísa.

    ResponderEliminar
  2. Grandioso e apetecivel ! Parabens Luisa.

    ResponderEliminar
  3. Quem vê o amanhecer tem sempre um dia maior...
    Já eu, pobre de mim, chego sempre tarde ao "espetáculo"; quando me levanto, já o sol representou o primeiro ato...

    ResponderEliminar
  4. Surpreendente chamada para o espetáculo do amanhecer... parabéns Luisa
    Beijinho grande DB

    ResponderEliminar

Olhares de perto