segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

S de saudades



Há dias em que a saudade se pinta de lágrimas
Caem livremente:
uma pelo sorriso,
outra pela voz,
aquela pela humor sábio,
e outra pelo sorriso, novamente!
Desliza aquela pelo teu sofrimento
e esta pelo carinho com que falavas do teu tormento!
A saudade é um banho de lágrimas sem bálsamo!
É um atestado da nossa incompetência
por te sabermos bem, jamais te vendo!
A saudade toca Morricone e vê cinema Paradiso.
A saudade hoje bateu-me.

8 comentários:

  1. Adorei ler-te, Luísa !
    Queres que diga algo mais ???

    Um beijo, amiga tão querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu és especial. Tudo dito!!!
      Mil beijinhos

      Eliminar
  2. a saudade se pinta de lágrimas

    Caem libremente...
    Hai veces que a tristeza pode levar a crear belísimas ideas e maravillosas imaxes..velahí para eso .. a inigualable poeta de mel..LUISA VILAÇA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando estiver triste venho cá ler-te!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Mais um momento de bonita escrita sobre a "Saudade"; esse sentir que nos transporta para vários sentimentos, nem sempre explicáveis, por vezes complexos, que nos conduzem a diferentes tipos de lágrimas e de estados de alma, mas sempre resultado de memórias que nos transportaram, verdade amiga? Beijinho

    ResponderEliminar
  4. A saudade é um balsamo com cheirinho a Portugal.
    Ter saudade é ter memória e vontade de (re)viver.
    Descrever a saudade, ninguém o saberá tão bem como o Português.
    A Luisinha fá-lo muito bem.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. A Saudade é tudo aquilo que o nosso coração guarda e não esquece...às vezes apenas adormece. Mas, a todo o instante aparece e transborda pelos olhos, pela boca, pela alma e faz-nos querer voltar a ter, a ser, a desejar.
    Abraços amiga, para matar as saudades. ❤❤

    ResponderEliminar

Olhares de perto