segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Coincidências...

Foto da netAparecem sem eu dar conta, num qualquer momento do dia!
Trazem açucar polvilhado, num toque suave, amigo...
Aparecem e são minhas, partilhadas com outro alguém,
Com seres especiais, e não as conto a ninguém!
Um amigo, que partiu, não lhe chamou "coincidências"!
Apertou-me as mãos e disse: "São de Deus!Dele diligências!"
Vejo-as algumas vezes e lembro-me de si, sempre!
Nos trilhos que percorro, e que defino como meus,
procuro não as esconder,prefiro olhá-las e dizer:
Eis aqui as mãos de Deus!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Orvalhos

Foto de AdágioCaía suavemente...em cortina de neblina transparente!
Cobria onde sentava e repousava em frescura!
Estendeu mantos de humidade, transpareceu sobre a folícula
Que leve e alegre, se apresentava beijada pelo orvalho matinal!
Simbiose de elementos naturais, com cristais de água gotejantes,
em pleno contraste com a solidez da colina verdejante!
Se houvesse um instrumento a tocar, ouviríamos a delicadeza do violino
e os pássaros, que se abrigavam, acompanhavam com o seu pio fino!
Nestas folhas verdes cheias de vida, repousa a gota de água,
que devolve à natureza o seu elixir de vida!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Foto da net Hoje tive apetite de leitura
De desfolhar o livro e senti-lo meu!
Tive vontade de reler o teu primeiro poema,
De o declamar alto tal e qual declamaria Orpheu!
Hoje li-os um bocadinho,
Fernando Pessoa, Mário de Sá Carneiro, Almada Negreiros!
Li-os em voz alta,
cheia de alma e entoação!
Li com prazer de ter as palavras perto
De as vociferar para quem me ouvia!
Vi-te um sorriso!
Senti-te ler-me!
Trocamos olhares em fusão poética!

Hoje o poema fomos nós!

domingo, 20 de setembro de 2009

Foto da netHoje paramos a agitação
Ouvimos o silêncio dos pássaros
E sentimos o fôlego do repouso!
Esticamos a pressa na esteira
Sacudimos o pó dos sapatos
E esquecemos que vem aí segunda-feira!
Hoje gargalhamos juntos,
Ouvimos as mesmas músicas,
lemos as mesmas notícias,
Escolhemos o mesmo filme!
Hoje o dia foi só nosso,
Com brincadeiras no jardim,
Uma filha especial,(porque nossa),
Com questões de adulta sem fim!
Vem aí mais uma semana,
De azáfama diária, corridas,
Com histórias naturais,
E noites apressadamente dormidas!
Hoje, retemparamos energias...

sábado, 19 de setembro de 2009

Pena

Foto de AdágioCaiu ao de leve e levemente poisou!
Vinha embalada pelo vento que em mim a fez parar!
Trazia candura e um suave tom de despedida,
Como quem me veio dizer baixinho:
"Procura a manta, pois o sol vai subir devagarinho!"
Guardei-a no livro que me fazia companhia,
e aquecê-la-ei na estação que se avizinha.
Baptizei-a de pluma, pela delicadeza na sua chegada.
Tocou-me na mão e adormeceu na página fechada!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Rabiscos dum voo

Foto da net Um dia, vou poder voar!
Alcançarei a suprema leveza de levantar voo
E poderei observar somente quem continua a andar!
Uns, seriamente agitados,
Outros alegremente acomodados!
Lançarei plumas de serenidade,
Aliviarei a tensão da obscuridade,
com centrais de luz e tenacidade!.
O pio virá silencioso...
Mas farei com que o sintam melodioso!
Voarei sobre a agitação,
Polvilharei pozinhos de calma!
Será o voo sublime da quimera, da ilusão da mudança
dos seres que nos tornamos simplesmente porque cá andamos!

domingo, 13 de setembro de 2009

Um zoo nas mãos

Fazer do tempo investimento
É gastá-lo com animação!
Fazer dele entretenimento,
E dar voz à emoção!

Vieram os animais todos
numa sombra projectada
Em manada ou em bando
Fizeram rir a criançada!

Experimentem aí em casa
Façam-no em familia, porque não?
Vão rir à gargalhada
E passarão um bom serão!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Comemoração do 100.º Seguidor

Um quadro cá de casa, da sala de leitura, com uma oferta muito querida do Antonio Oliveira!

Sem vocês ao meu lado...Jamais chegaria ao 100.º seguidor!


Chegou em primeiro,
de um país cheio de calor
Veio do Rio de Janeiro
Uma SERENA FLOR!

Animado chegou o 100.º
Carregadinho de humor
Creio que por cá ficará
E nos trará também calor!

Se repararem nas fotos dos seguidores
Estão nas pontas dois cartoonistas
O Tonho, aprecio com admiração
O Bijuchandran não vou perder de vistas!

Do Brasil até à India
Vai uma grande distância
Mas na blogosfera dos amigos
Isso não tem grande importância!

Atento estava o SENHOR
Aquele que é ave rara?
Um grifo especial que me dá louvor
por escrever poesia na imagem que ele agarra!

Há também uma brisa,

Um aroma a maresia

Vem delicada a Menina do Mar

Com uma enorme cortesia!


Aves sem asas,
uma fiel seguidora!
Encontramo-nos pelos filhos
E construimos amizade duradoura!

Dite, amiga incentivadora!
Vens sempre ao meu cantinho!
Conheces-me de outros carnavais
E estás surpreendida pelo meu carinho!

Dalaila, também apareces
Tu és amiga desde sempre
Deixas um beijinho poético
e mostras-te sempre presente!

A todos e um a um
são todos especiais!
Se um dia puder,
os vossos blogs serão capas de jornais!

Muito obrigada a todos!
VALEU!


quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Burburinho

Há um burburinho típico
Há um sonar delicado e certo
Num momento ouve-se o rio
No outro, o mar rasgado e aberto!

Do casamento entre a água e o vento
Foi testemunha quem assistiu ao momento!

Corre certo e com destino
Sobe o leito ligeirinho
Veem-se os peixes aos saltos
E um pescador em desalinho!

O vento sopra de feição
Vem anunciado lá do norte!
A costa aqui não tem perdão
Não seria a mesma sem vento forte!

Faça-se justiça ao seu verde tom
Que contrasta com o azul do oceano
Se de um lado é imensa a vegetação
Do outro ondulam águas ténues todo o ano!

Feliz de quem as partilha
Entre engaçadas de sargaço
e lides animadas nas maceiras!
As crianças não andam no regaço
Repousam nos tractores,
num qualquer cesto, sem embaraço!

Os homens,
vão ao mar buscar alimento,
em marés de noites calmas ou agitadas pelo vento!
Chegam de boné na mão, covas cheias e jornada cumprida!
As mulheres,
na terra mostram alento,
carregam cestos de culturas caseiras
que vendem na beira da estrada,
como complemento do rendimento!

Ah! Litoral norte português,
Que de ti tanto mostras e dás!
És maior que aquilo que vês,
És único, mesmo quando mordaz!

Tens leitos que correm vales
e velozes descem as serras!
Alimentam as vides da vida,
Não há igual às tuas terras.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Hoje o céu sorriu

Foto enviada pela querida amiga Ortélia
No trajecto apressado olho o céu,
e vejo tudo que está ao seu lado!
Na azáfama do dia, vou de passos apressados
vou com pensamentos compassados!
Ando numa roda-viva, em sentidos afinados
ao encontro do belo natural!
Quando o tempo me permite parar,
busco em ti o mais sereno sorriso,
e nele permites-me poder repousar...sonhar...e contigo poder voar!
Vi-te sorrir como incentivo a continuar!

sábado, 5 de setembro de 2009

"Porque você criou o seu blog?" - desafio da sandraandrade8.blogspot.com

O umolhardeperto.blogspot.com...

Surgiu da vontade de escrever o que é meu
Da motivação em mostrar a minha linguagem de alma,
da permissão em mostrar o que de mim é calma!

Veio do reflexo dos olhares de perto,
dos convites continuos em fazer algo diferente,
em mostrar a serenidade de mim, a toda a gente!

Emergiu dos vossos comentários
da simpatia sempre mostrada,
a alguém que não vos diz nada!

Brotou desse vosso carinho
Das minhas anuencias aos vossos pedidos
Como que de um carrosel animado se tratasse!

Acima de tudo,
raiou da aventura na escrita,
da vontade em responder ao que lia em vós
e mostrar a quem me lê que também sou blog
E nele mostro ter alguma voz!

Hoje existe para ti,
Sandra Andrade, do blog sandraandrade8blogspot.com
Para que contes comigo no teu aniversário de blog
Deixando votos de que te sintas banhada de participações,
com uma adesão massiva ao teu simpático desafio!


BOA SORTE!!!

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Voo na tela...delicadeza no sonhar


O voo da borboleta serve de símbolo aos teus passeios
Vais suave, delicada e aparentemente segura
Não transmites medo, nem dás ar de ter anseios!
No olhar levas a esperança, a vontade de vencer
De encontrar tudo o que gostas, tudo o que desejas ter!
Vai, vai delicada e segura,
Mostra-nos o teu ar,
Sorris-nos com ar de gente madura,
E parece que nos vais dar as cores do mundo!
Deténs a liberdade de quem é puro,
De quem avalia sem preconceito!
Ainda não descobriste que o mais duro
É encarar quem não tem regra, preceito!
Vai, vai ligeira e bem segura
De Mochila às costas com vontade de aprender!
Vais com sede do conhecimento,
De abrires os livros e te enternecer!
Vai, vai e levanta voo,
tal e qual a mariposa que voa sem ninguém temer!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Visitem http://grifoplanante.blogspot.com/


Deixem o vosso "olhar planar" no que vão ver...