segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

sombra do tempo em mim

foto da net

Passou o tempo...!
Passou por mim e dele nada senti!
Não pisou, não beijou, não fez mossa nem afago!
Trouxe-me um pouco de ti,
uma boa conversa sobre o nada que todos teimam em ver!
Parcas palavras. Intensos sinais.
Profundos olhares numa linguagem rara no silêncio mudo das palavras.
Pensamos o mesmo!Sentimos o mesmo!
Ambos esfomeamos a conversa que o tempo obrigou a calar!
Amanhã, se o tempo deixar, vamos voltar à conversa!
Vamos falar dos sinais do tempo sem dar conta de o ver passar!

31 comentários:

  1. Cheguei na hora 'H' :)

    Belo texto!!!

    Beijinho amiguita.

    ResponderEliminar
  2. Nossaaaaaa, que lindo!!! Uma forma poética de lidar com o "tempo", senhor de todos os caminhos!
    Beijnhos ternos querida amiga!
    Li

    ResponderEliminar
  3. E ele passa sem que o vejamos passar, apenas sentimos...beijos,chica

    ResponderEliminar
  4. Tal como disse anteriormente gosto muito do que escreves. Beijinhos da Cláudia

    ResponderEliminar
  5. Gosto mesmo muito!!! Beijinhos da Cláudia

    ResponderEliminar
  6. Senti curiosidade e...vim espreitar.
    Um texto leve como uma pluma, mas intenso como um aroma.
    Não podemos comandar o tempo. senti-lo e desfrutá-lo (bem)é a opção inteligente.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  7. Lindas palavras para o tempo...
    ... mas o tempo presente é fruto do passado e colheita do futuro.

    (Sempre em grande)

    Fico à espera do LIVRO

    BJS

    ResponderEliminar
  8. Luisa,

    É sempre prazeiroso ler-te;saborear cada palavra temperada de carinho num romantismo com o tempo de ter tempo para estar...

    Bjs

    PjCondePaulino

    ResponderEliminar
  9. Não sei o que se passou ontem, LUÍSA !
    Andei no meu sidebar, acima e abaixo, mas como tinha tido uma reunião, vim um tanto cansado e não encontrei esta TUA SOMBRA !


    O que é certo, é que o tempo passou, mas não se esgotou...
    Ao contrário de ti, sinto-o a passar e a deixar marcas, cada vez mais profundas...
    Interessante quando escreves :
    > Ambos esfomeamos a conversa que o tempo obrigou a calar ! <

    E, como voltaremos à conversa, aqui te deixo o
    beijo que o tempo não dilui.

    ResponderEliminar
  10. Li,
    uma forma de caminhar...sentindo saudades das conversas ainda não tidas!!!
    BJNHS

    ResponderEliminar
  11. Chica,
    passa rápido, passa sem pedir, passa sem darmos conta do que passou o do que está para vir...
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  12. Cláudi,
    sou apenas aquilo que me lês!Ainda te lembras de mim?Continuo assim!!1
    Bjnhs com saudades!

    ResponderEliminar
  13. HAALS,
    passado, presente, tempo ainda por vir!
    E eu, esqueço o tempo a dar a mim...Imperdoável, sabes?
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  14. PJsoueu,
    tempo de ter tempo...
    Obrigada por me dedicares um pouco do teu tempo!Este olhar de perto registou a visita!Obrigada!
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  15. Joaquim Ribeiro,
    que bom que veio olhar de perto esta dança das palavras!Volte sempre!
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  16. João,
    tu fazes-me sentir pequenina pela imensidão de saber que tens ao viver o teu precioso tempo!
    Que bom foi ter tempo de te conhecer e ver-te de perto ao dizeres: "Luísa Vilaça!Tu existes mesmo!!!"
    Este tempo foi tempo de oiro!
    Beijinho terno, SENHOR

    ResponderEliminar
  17. Não disse nada que não tivesse sentido "CÁ DENTRO"...


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  18. O tempo!!!
    Sem ele não temos tempo e com ele o tempo passa...
    Com o tempo sentimos o tempo e o sentir do tempo é sentido em tudo o que tu escreves...
    Beijinhos Luisa
    Fernanda

    ResponderEliminar
  19. O teu EGO não te deixa tempo para Ti.
    A Tua natureza de vida é transmitida pela sinzelas palavras que soas aos ouvidos que no dia a dia as cruzam.

    (shnif...) não consigo escrever mais.....................

    ResponderEliminar
  20. O tempo está atento. AMEI o escrito e tenho um poema que fala do tempo, se não me engano foi postado em novembro ou dezembro.

    ResponderEliminar
  21. Tonho,

    tem vontade de SER escrita!
    Se tem po esia, é fruto dessa vontade. Foi apenas mais um momento!
    Beijinhos mil

    ResponderEliminar
  22. João,
    o mais maravilhoso cavalheiro, sempre a demonstrar carinho!
    Beijinhos mil

    ResponderEliminar
  23. HAALS,
    quando o meu tempo não for vivido pelos outros, terei vivido já o tempo que chegue para estar exausta na ajuda.
    Tu conheces-me, meu amigo!
    Beijinhos mil

    ResponderEliminar
  24. MALI,
    viva o tempo que nos segura amigas de tantos anos.Eu pequenita, tu uma senhora!
    Beijinhos mil

    ResponderEliminar
  25. Marluce,
    benvinda!
    prometo ir ler o que escreveu.
    BJNHS

    ResponderEliminar
  26. Puxa vida é de arrepiar! Amei o poema e a inteligencia de quem escreveu rs... Montão de bjs e abraços de admiração!
    Elaine Barnes

    ResponderEliminar
  27. Celebrar a vida! É ordem diária para este 2011! Beijo enorme!!

    ResponderEliminar
  28. Gostei deste texto.
    Desejo que esteja bem.
    Venho convidá-la a visitar o meu
    novo espaço, ainda a dar os primeiros passos:
    http://sinfoniaesol.wordpress.com
    Beijinho

    ResponderEliminar
  29. Luísa, um belo texto que subscrevo.
    Um prazer ter a sua visita no espaço mais recente.
    Espero/desejo que esteja tudo bem
    consigo.Beijinho/Irene

    ResponderEliminar

Olhares de perto