sábado, 29 de janeiro de 2011

Dias sim...Dias não...

foto da net


O silêncio imperou no dia,
deu-lhe sombra e acalmou a energia!
Ondulou a paciência nas marés da educação
e fez-lhe frente os nervos que palpitam na emoção!
Hoje não há palavras...
Esgotaram-se nos pruridos da gente miúda
Que muito mal me fez ter ouvido!
Hoje o silêncio caiu sentado
Deixou-se ouvir estatelado
Embrulhou-se em semblante pesado e dormiu....

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Páginas marcadas


foto da net


Guardo o lápis de carvão
Escondo as palavras que vos hei-de mostrar
Laço em vermelho a marca do dia
E adormeço na penumbra, com sabedoria!
Hoje ensaio as palavras
Escolho a métrica que lhes hei-de dar!
Porventura fiquem bonitas alinhadas
Quiçá aos montes e todas embaraçadas!
Fazemos parcerias de enlace:
hoje combino-as comigo e respiro-lhes cor,
amanhã, são elas quem me decora e dão rubor!
Nas letras expiro o imaginário...
Inspirando-me no seu arranjo para vos falar de amor!


quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Jamais o amor se torna vazio!


foto da net


Quando dei conta vi-te preencher-me!
Dei conta daquilo que cura,
daquilo que busca do amor o amor que suaviza a dor!
Dei-te um sorriso, dei-te a mão, dei-te o sono por dormir.
Na cadeira do teu quarto, li-te novas histórias,
degustei o tempo por um novo tempo que vivi!
Neste tempo, crescemos juntas!
 Vivemos juntas!
Vi-te reflexo de mim!
E gostei do que li em ti!
Porque o melhor de ti é tão somente teu,
numa serena maturidade do que o tempo faz por ti!

sábado, 15 de janeiro de 2011

Assim...

foto da net

Assim ficaste...
...na solidão aparente da dor de quem caminha só pelas ondas do mar!
Olhares distantes, fugidios e baços,
como quem foge da vida
numa tarde cinzenta recheada de embaraços!
Mesmo que o mar te apague os passos dados,
o caminho percorrido fará de ti a segurança do trajecto a fazer!
Vais frágil...mas caminhas!
Vais triste...mas sabes sorrir!
Vais com um nó apertado...mas, também tu, vais saber desatá-lo!
Não caminhas só. Sabes que no destino está tão somente:
a tua liberdade!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

sombra do tempo em mim

foto da net

Passou o tempo...!
Passou por mim e dele nada senti!
Não pisou, não beijou, não fez mossa nem afago!
Trouxe-me um pouco de ti,
uma boa conversa sobre o nada que todos teimam em ver!
Parcas palavras. Intensos sinais.
Profundos olhares numa linguagem rara no silêncio mudo das palavras.
Pensamos o mesmo!Sentimos o mesmo!
Ambos esfomeamos a conversa que o tempo obrigou a calar!
Amanhã, se o tempo deixar, vamos voltar à conversa!
Vamos falar dos sinais do tempo sem dar conta de o ver passar!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

As surpresas da natureza!

foto da net

Nunca os vi sozinhos, nem isolados
Vejo-os sempre aos pares, bem acompanhados
Crescem na humidade e cintilam na paisagem
Fazem-se fruta da proliferação dos fungos,
Mostram-se aprumados e atentos à luz do sol
Os chapéus?
São acessórios de bom gosto em tom de presente da mãe natureza!



domingo, 2 de janeiro de 2011

Encontro de reflexão

foto da net "Lágrima de anjo"

Encontrei um anjo silencioso
numa noite em que todos rodopiavam em euforia!
Vinha suave, cantava baixinho
Trazia alfazema e rosmaninho!
Aromatizava as ruas, as gentes que estavam em casa!
Deixava o seu ar meigo enquando mexia suavemente a asa!
Encontrei um anjo enquanto vivia,
um anjo que me acompanha noite e dia,
daqueles que nos pegam ao colo e nos largam nas alegrias!
Encontrei um anjo que me puxou as orelhas,
me desenhou dantesca e me apagou de seguida!
Daqueles Anjos que nos transformam,
nos enaltecem e nos anulam,
nos fazem ser bons e aplaudem o nosso viver
numa acção conjunta de vontade de prosseguir...
Encontrei um anjo que me guiou pela mão para que não me estatelasse no chão!