sábado, 1 de junho de 2013

Lá longe...

Foto de Francisco Estebainha  - Farol Vila do Conde

Falta-me o mar à porta de casa
para me inspirar e dele beber as palavras escritas no horizonte!
Falta-me o vento do norte brisado feroz,
numa marginal areada e pintada de perspetiva muda...
Neste mar tem tudo...
Lá longe, reflete o sol o brilho na água,
que pinta em tom azul e salpica cintilante de sonho em navegar!
Trava na entrada a rocha segura,
com mosteiro orientador e imponente,
Liga-se num mapa de som, como quem acolhe os filhos do mar,
escrevendo na água a palavra de ordem: navegar!
Andar e sentir o mar, com sol e sal...navegar!

13 comentários:

  1. Há mar e mar, e outro mar, e mais um mar! É água a mais para a minha cisterna!

    ResponderEliminar
  2. Olha como são as coisas : Por incrível que pareça, não reconheço este farol em Vila do Conde...
    Tenho que prestar mais atenção !

    O teu poema está perfeito, Luísa e vai muito bem com a bela imagem do FRANCISCO ESTEBAINHA !

    Parabéns aos dois.

    Um beijo para ti ( e goza o Domingo que vai estar melhor que este Sábado ).

    ResponderEliminar
  3. .escrevendo na água a palavra de ordem: navegar!
    ..e sentir o mar, com sol e sal...navegar !

    Ise universo asombroso de Luisa Vilaça, hoxe levounos a o mar..a ò seu mar.

    ResponderEliminar
  4. sim querida Luisa, no mar tem tudo, o mar e quasi tudo! adorei!
    beijos mil

    ResponderEliminar
  5. O mar e isto mesmo, uma imensidão onde sempre nos encontramos...
    Beijo Fi

    ResponderEliminar
  6. Francisco Manuel Barros Estebaínha2 de junho de 2013 às 18:01

    ...vou-te enviar muitas mais fotos de certeza, só para poder "navegar" em teus versos...Adorei!!!!
    ...um agradecimento no geral a todos os amigos\as da Luísa,pelo carinho que demonstram nos comentários, e Obrigado João Menéres... mas como já disse à nossa Amiga, fotos é fácil...escrever??? também... mas Escrever??? só para "escolhidas" como a nossa Luísa...
    ...Beijos Querida....

    ResponderEliminar
  7. Luisa, é tão lindo....Snto saudade do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas, em breve vou ver o mar!!! Grande beijinhos

    ResponderEliminar
  8. E a mim falta-me o mar.
    Bela tua escrita Luísa!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  9. FRANCISCO ESTEBAÍNHA

    Clicar é o mais fácil que há.
    Fotografar é outra outra coisa bem diferente e o amigo SABE FOTOGRAFAR !
    Basta ver a hora escolhida para a incidência da luz solar no farol e o cuidado que teve para alinhar o horizonte com o extremo do molhe.

    Não abandone a Fotografia, embora a partir de agora a Luísa venha recorrer às minhas imagens com muito menor frequência.

    Um abraço com toda a estima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisco Manuel Barros Estebaínha7 de junho de 2013 às 01:48

      ...Obrigado por elogios...saber fotografar até pode ser, será natural....fotógrafo não...tripé?! heeh!...mas fotografias são apenas de uma tarde bem passada e com câmera de amigo, esse sim fotógrafo...Luísa porá com certeza em breve fotos desse meu amigo que lhe enviarei, desse e de outros q realmente se interessam por fotografia...meu interesse é relativo...até penso que...não penso nada heeh!
      Abraço...

      Eliminar
  10. Estive AQUI ontem !
    Esta imagem só se pode fazer com um tripé, pois feita à mão, a linha do horizonte nunca coincide com a borda superior do molhe.


    Um beijo, Luísa.

    ResponderEliminar
  11. .escrevendo na água a palavra de ordem: navegar!
    ..e sentir o mar, com sol e sal...navegar !

    Ise universo asombroso de Luisa Vilaça, hoxe levounos a o mar..a ò seu mar.

    ResponderEliminar

Olhares de perto