sábado, 26 de outubro de 2013

Falar do tempo que passa

Ofir - setembro 2013

Não vou falar do sol, nem das nuvens que apareciam
Vou antes falar de luz e de água que, timidamente, se despediam!
Vou falar de saudades, de apertos no coração,
de aventuras no rio e testes ao vento do norte!
Vou lembrar os dias quentes de verão, do rio que passa e sorri profundamente...
Vou apenas despedir-me da hora
celebrar o tempo que passa e desejar
um novo tempo vindouro...

3 comentários:

  1. Belíssima imagem, Luísa, e não dizias nada !...
    Eu também desejo ardentemente um novo tempo vindouro para reviver o Sol e
    o mar com as suas ondas onde eu gosto de mergulhar.


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. lindissima imagem! sabe eu prefiro nao pensar no tempo que passa...para mim ja passou faz mto tempo...
    beijos millllllllllll

    ResponderEliminar
  3. Vou falar de saudades, de apertos no coração
    Vou lembrar os dias quentes de verão
    Vou apenas despedir-me da hora
    e vou para sempre en silencio... nas palabras de LUisa Vilaça

    ResponderEliminar

Olhares de perto