terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Intimação ao sol





Ou  o sol sorri, 
ou aparecerei de mão dada com a chuva!
Não caminharemos a chorar, não!
Mas percorreremos todos os obstáculos
sem chão, sem lua, sem lonas de proteção!
Ou o sol sorri,
ou o dia se despedirá chorando
rendido ao pranto do céu!
Iniciámos o choro coletivo das letras...
...sem palavras!









3 comentários:

  1. "sem chão, sem lua, sem lonas de protecção!"

    Já estou a pensar no FRIUUUUUUUUUUUUUUUUUUU !

    ResponderEliminar
  2. Cabeça levantada, peito para fora, alma lavada, seja qual for a hora.
    É assim. Caminhar "a chorar, não!"
    Que a dignidade seja a túnica que nos veste. Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. É num "choro coletivo de letras", que a melodiosa harpa, singularmente ondulante, "sem palavras" nos encanta, e "de mão dada" nos ensina o caminho abstrato e livre do pensamento. Beijinho

    ResponderEliminar

Olhares de perto