terça-feira, 1 de setembro de 2015

Setembro escreve-se regresso...

Setembro escreve devagar
a sintonia dos sorrisos de regresso
e a vontade de voltar!
Setembro canta baixinho
melodias trazidas na memória do tempo
e da vida que acaba de passar...
Setembro abraça apertado
laça a saudade de um presente passado
num único luar...
Setembro é eternidade!

1 comentário:

  1. Setembro, a nostalgia do verão e o regresso à (doce) rotina que faz o mundo rolar...

    ResponderEliminar

Olhares de perto