sábado, 20 de fevereiro de 2010

Sábado meu...

foto net

Sábado...
amanhecer no tempo apaixonada,
abrir os olhos para um dia de paz lembrada,
descobrir o dia contado de histórias!
Um tempo de vida,
de comunhão e partilha de risos!
Um tempo de intervalo,
de ruptura com os horários, os trajectos e o tráfego!
Um tempo de azáfama escolhida,
de passeios sem rota, de destinos desconhecidos!
Um tempo com tempo!

13 comentários:

  1. destinos sem rota....como voce escreve bem, minha querida Luisa!!!
    eu nao saio nem os sabados, nem os Domingos, ..alias nao saio de casa fa uns 15 dias...o tempo nao me deixa:))
    de qualquer modo te desejo um bom sabado e um melhor Domingo com muitos beijinhos,

    ResponderEliminar
  2. Lindo,Luisa e que tenhas um lindo e maravilhoso sábado!beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Um Sábado como sempre deveriam ser muitos dos outros dias.
    Trabalhar com tranquilidade.
    Azáfamas domésticas tranquilas.
    VIVER !

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Paasei para lhe deixar um abraço, bem carinhoso, para uma pessoa muito carinhosa. Obrigada amiga.
    sempre me lembro de vc.
    Passe no blog e veja a onde estou...No concurso de Poesias do Chico em Portugla.
    Fica o convite, para vim conferir..
    Carinhosamente,
    sandra

    ResponderEliminar
  5. Ao Sábado, há mesmo tempo com tempo...
    Belo poema querida amiga, gostei imenso.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Sabado, sempre esperamos por ele..è o momento em que muitos se reunem para estar junto aos seus.. sabados e domingos.
    Um grande abraço..
    Sandra

    corrigindo...
    Passei... e Portugal....

    ResponderEliminar
  7. Luísa querida

    Desfrutar o tempo com tempo!!!
    Tem coisa melhor?

    Linda palavras...
    Que teu sábado seja de tempo bom!!!
    Bjs

    ResponderEliminar


  8. Cá estou lendo de perto teu olhar!

    ♫ Um passarinho me contou
    que vem aí... bom tempo! ♪

    Chico Buarque
    ...

    Neste momento há um casamento
    Porque hoje é sábado
    Hoje há um divórcio e um violamento
    Porque hoje é sábado
    Há um rico que se mata
    Porque hoje é sábado
    Há um incesto e uma regata
    Porque hoje é sábado
    Há um espetáculo de gala
    Porque hoje é sábado
    Há uma mulher que apanha e cala
    Porque hoje é sábado
    Há um renovar-se de esperanças
    Porque hoje é sábado
    Há uma profunda discordância
    Porque hoje é sábado
    Há um sedutor que tomba morto
    Porque hoje é sábado
    Há um grande espírito-de-porco
    Porque hoje é sábado
    Há uma mulher que vira homem
    Porque hoje é sábado
    Há criançinhas que não comem
    Porque hoje é sábado
    Há um piquenique de políticos
    Porque hoje é sábado
    Há um grande acréscimo de sífilis
    Porque hoje é sábado
    Há um ariano e uma mulata
    Porque hoje é sábado
    Há uma tensão inusitada
    Porque hoje é sábado
    Há adolescências seminuas
    Porque hoje é sábado
    Há um vampiro pelas ruas
    Porque hoje é sábado
    Há um grande aumento no consumo
    Porque hoje é sábado
    Há um noivo louco de ciúmes
    Porque hoje é sábado
    Há um garden-party na cadeia
    Porque hoje é sábado
    Há uma impassível lua cheia
    Porque hoje é sábado
    Há damas de todas as classes
    Porque hoje é sábado
    Umas difíceis, outras fáceis
    Porque hoje é sábado
    Há um beber e um dar sem conta
    Porque hoje é sábado
    Há uma infeliz que vai de tonta
    Porque hoje é sábado
    Há um padre passeando à paisana
    Porque hoje é sábado
    Há um frenesi de dar banana
    Porque hoje é sábado
    Há a sensação angustiante
    Porque hoje é sábado
    De uma mulher dentro de um homem
    Porque hoje é sábado
    Há uma comemoração fantástica
    Porque hoje é sábado
    Da primeira cirurgia plástica
    Porque hoje é sábado
    E dando os trâmites por findos
    Porque hoje é sábado
    Há a perspectiva do domingo
    Porque hoje é sábado

    Uma parte do poema
    O dia da criação, de Vinícius de Moraes

    Bom sábado Luísa!

    Beij♥s!

    :)

    ResponderEliminar
  9. Tão gostoso este tempo Luísa, ao nível do seu poema!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  10. Não só o sábado, mas que teu domingo seja maravilhoso também!
    beijos

    ResponderEliminar
  11. muito agradável lê-la Luísa. É também aos sábados que consigo escrever....imaginar coisas de que gosto....


    beijo grande

    ResponderEliminar
  12. Nossa que poema gostoso! Eu trabalho de sábado e me peguei sonhando na poesia. Coisa boa mesmo, amei a delicadeza e a falta de horários, de compromisso, muito bom menina! Montão de abraços e bjs e excelente domingo

    ResponderEliminar

Olhares de perto