segunda-feira, 13 de maio de 2013

Pedi a Lua

foto de João Menéres


Pedi-te um ponto de inspiração, de sonho...
- Talvez a lua - dizia-te eu!
...onde só alguns chegam pelos degraus das letras!
E, na devolução do ponto, encheste-o de luz 
brindando-me com o teu mais subtil olhar traduzido num especial "click", onde o teu toque se faz objetivamente pela lente.

E da lua que te direi eu?
Que a sonho tão perto, tão minha, tão do mundo e do céu!
Dir-te-ei que a aluguei, que pago a mais bela renda ao criador por ma deixar contemplar!
Da lua, confesso-me cumplice, aliada, 
parceira das letras que a descrevem tao circular!
Conto-lhe os meus segredos desvendados,
numa noite abrilhantada pela conivência do olhar!
Hoje, sorri à lua e ela apresentou-se cheia, a brilhar!

5 comentários:

  1. Era noite de Lua Cheia e estava no Algarve preparado com tripé à espera do melhor momento.
    Mal sabia que iria ser útil para nela escreveres as tuas íntimas confissões.

    Agora, diz-me uma coisa, Luísa : Os degraus que esta lua tem foram feitos por ti para as letras a escalarem ?

    Gostei muito ( mas se a ampliasses mais, nada se perdia.. ).


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, Luísa !

    Assim vê-se bem !

    Um beijo para te ajudar a levar a mala cheia.

    ResponderEliminar
  3. e cada dia voce "VIRA" mais poeta!!! gostei demais e tbem da lua, alias adoro a LUA!!! ja sabe, nao, Joao?
    beijos aos dois1

    ResponderEliminar
  4. Lua inspiradora, iluminou tão bela poesia! Parceria inspiradora! Beijos aos dois!

    ResponderEliminar
  5. Lino demais, assim como a lua, que inspira a tantos poetas, parabens!!

    ResponderEliminar

Olhares de perto