sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Leituras vãs do nada

foto da net

Anda ler-me!
Anda! Lê-me!
Soletra as palavras do que de mim ouves dizer
e percebe-me um texto por corrigir!
Anda! Persegue a escrita dos meus atos
e deixa-me continuar sem falar...
...assim, sem mais nada ter para dar!

2 comentários:

  1. Há momentos para se viver desse modo. Com esse estado de alma.

    ResponderEliminar
  2. É. Os nossos atos são a melhor escrita que fazemos.
    Porém, há sempre quem apenas leia nas entrelinhas...

    ResponderEliminar

Olhares de perto