sábado, 27 de fevereiro de 2016

Pesadelos

foto by Luísa


Tem medo do escuro,
andando de olhos fechados,
carregado de sombra,
impedido de se tolher.
Treme.
Vacila sem mão para dar.
Dá voltas às estrelas em busca de luz,
perdendo-se na luminosidade!
Sonha com Pompeia,
descalço na terra queimada.
Contrai-se.
Corre.
Foge de tudo e de nada.
Busca a mão,
 segura num sorriso firme,
num olhar de colo,
de amparo no desespero,
de amigo.
Acordou...

5 comentários:

  1. Aperta-lhe a mão com doçura...

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
  2. Foge de tudo e de nada.
    Busca a mão..
    Unha nova e inquietante andaina que Luisa Vilaça explora acertadamente

    ResponderEliminar
  3. Lindo e intenso poema!! Foto maravilhosa! Ótimo domingo e nova semana! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Fotografia poema... E tudo o que está para trás nestes campos! Uma artista. Parabéns. Vá em frente. Deixe navegar a sua sensibilidade...

    ResponderEliminar
  5. Parabéns! Vá em frente. Deixe navegar a sua sensibilidade..

    ResponderEliminar

Olhares de perto