sábado, 20 de fevereiro de 2016

Sábado...

foto da net

Chegou o fim,
fez-se o consumo de todas as horas,
esgotaram-se todos os minutos, parando-se!
Não houve abraço no cume da montanha,
nem beijo na praça maior,
não bebeu o café da manhã
nem ouviu o som da sua voz!
Silêncio. Chiuuuu!
O cansaço voltou a falar alto!
Berrou, trazendo força menor,
intimidando os passos que, de grandes, encolheram,
encurtando a viagem.
O relógio chama:
- hora de parar!

1 comentário:

  1. Cheguei agora a casa, Luísa e à tua ordem de PARAR !, eu por aqui me fico ( preocupado, naturalmente ).

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar

Olhares de perto