quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Piso cinzento

Foto da net Neste fim de tarde de Outono,
vi-te apressado, pensativo e preocupado!
O vento soprava devagarinho e despenteava-te
Mas eras tu quem arrepiava o tempo!
Caminhavas ligeiro, distante, embrulhado em ti mesmo
Sem ouvir a voz do vento que te soprou a mimar!
Ouviam-se os passos decompassados na concentração de ti!
Que trajecto desenhavas?Que pensamento levavas?
A preocupação que carregavas definiu-te cinzento
Tal como o chão que pisavas,um triste cimento!

13 comentários:

  1. Reparou Luísa, nesse passo apressado e descompassado, no Ser cabisbaixo entregue ao seu secreto e triste pensamento.
    Este é pois um olhar de perto e sensível que muito gostei!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Estou assim, também: stressado, pensando e um tanto preocupado. Quanto ao resto, nem tanto.

    Óptima fotografia a BW a ilustrar um belo poema.

    Tenho que me deitar. Muita coisa a preparar, para nada esqucer para a viagem de 3 dias.
    Tudo tem que ser aproveitado, não é ?

    Os agradecimentos na vendedeira de castanhas ficaram adiados para 2ª feira. DESCULPA.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Bela expressão de um ser triste e acabrunhado...Lindo!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  4. E cada vez fico mais encantada com o teu olhar de perto. A tua sensibilidade sem fim. A tua paz e poesia!

    lindo!

    Beijos ternos.

    ResponderEliminar
  5. Descrição sensível, mas quem de nós não tem estes dias cinzentos? Gostei muito do modo como escreveu, ficou tão bonito, que até o cinza ganhou cor!
    beijo

    ResponderEliminar
  6. com a alma carregada, é difícil sentir as cores do arco-íris, tudo fica escuro como a tristeza, tudo perde a magia.

    ResponderEliminar
  7. Oi Poetisa!
    Definiste minuciosamente o sentimento que por vezes caminha connosco. Quem foge do tempo somos nós, ou é ele que foge pela turbulência que observa no nosso coração!
    Adorei mais uma vez, esse olhar de perto que nos cativa.
    Beijo colorido,
    Judite

    ResponderEliminar
  8. lindissima imagem e que acompanhava de maravilha tuas formidaveis linhas...mas precisa tratar sempre de andar com a cabeòa levantada!

    ResponderEliminar
  9. Muito bonito, cinzento, compassado e, ao mesmo tempo, não sei porquê, sereno.
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Ola amiga!
    Aqui o céu também está muito cinzento, não são só as calçadas. está chovendo muito.

    Gostei da postagem.
    Venha conferir no blog uma interação de amigos.
    Como é bom conhecer novos amigos. Eu só pude postar hoje. Mas sei o quanto é grande este momento e siginificativo para todos.
    Aprendemos muito, uns com os outros.

    Este mês a blogGincana nos proporcionou, momentos muitos inteligentes. Principalmente, porque aprendemos muito um com os outros. Eu também gostei muito da minha postagem...
    Venha conferi quem foi o blog felizardo por mim...
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/

    Com muito carinho
    Sandra

    ResponderEliminar
  11. Olá Luísa,

    Perto demais esse olhar
    que passa num compasso desmedido
    Percebido por ter sido um dia também sentido.
    Falar, teorizar sentimentos
    é facil de fazer, fazer-nos crer
    é o que faz a arte de escrever.
    E nesse pedaço não existem desconfianças quanto as semelhanças
    da escrita sentida e tão bem percebida.

    beijos,

    ResponderEliminar
  12. Luisa,
    esse efeito camaleão ajuda-nos a viver o ambiente a passar despercebido ...............
    num ambiente de festa com cores coloridas, ou com semblante carregado, de preocupação .....cinzento

    um beijo

    ResponderEliminar

Olhares de perto