sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

O teu mimo

foto da net

Quando me sentes com o olhar perdido
e sem audição a qualquer ruído
fazes com que eu sinta a importância das cores
apurando outro sentido!
Hoje desenhas-me uma nova linha no rosto
entre o sorriso e a serenidade!
Fazes-me sentir o aroma de uma happy hour,
num encosto extensível da calma na felicidade!
Sem brincos para brilhar,
deixo-me perder no deserto do nada,
encontrando o teu mimo,
sentindo-me amada!


4 comentários:

  1. Encontrado o teu mimo ,,sentindo-me amada lindo beijinho 'um bom descanso ate amanha se deus quiser,

    ResponderEliminar
  2. "deixo-me perder no deserto do nada" ou a doce volúpia... na certeza de um abrigo feito de amor incondicional...

    ResponderEliminar
  3. Se alguém não se sente amado, já não vive...

    Um beijo grande, Luísa.

    ResponderEliminar
  4. sim Joao, e assim mesmo, infelizmente, Luisa querida cada dia voce escreve melhor! poetisa, querida!
    beijosssssssssssssssss

    ResponderEliminar

Olhares de perto