segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Sinfonia Nat1

foto da net

Caíram em silêncio,
numa suave melodia!
De vermelho-carregado, vieram os tenores
De amarelo-afinado,  entraram os sopranos,
e castanhas, já cansadas,
 ouviram-se as solistas arrebatar!
Oiço, passo a passo, a natureza afinada,
num caminho de vida esperado
em intervalos de tempo já vistos,
por agora, somente no passado!
Quando o outono chegar e
a orquestra voltar a tocar...
...ouvirei a sua sinfonia,
de olhos bem abertos para o passado!
Corram a cortina, o espetáculo vai (re)começar.




4 comentários:

  1. Veremos se durante o dia não me silencio, Luísa.
    Desculpa.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Para já sinto-me radiante com a "sinfonia" outonal. Tem executado Alegros.
    Vejamos o que nos tem reservado.
    Continuarei a assistir até ao cerrar da cortina.

    ResponderEliminar
  3. Bela apresentação, Luísa.
    O concerto, neste primeiro andamento apenas com dois naipes, promete êxito quando entrarem as vozes viris.

    ResponderEliminar

Olhares de perto