domingo, 19 de outubro de 2014

Trapézio


foto da net

Se um dia for longe encontrar-te
lembra-me que o caminho foi prazenteiro.
Alinha na minha animação
e deixa-me sorrir por inteiro!
Dá-me a mão, abraça-me no silêncio,
sente-me segura na vã fragilidade
acolhendo-me na loucura de dançar 
num fio de trapézio...
... por esticar!



4 comentários:

  1. "loucura de dançar num fio de trapézio..." sem rede. É a vida. Feliz quem o faz consciente e sem vacilar.
    Mais uma vez, parabéns.

    ResponderEliminar
  2. como voce escreve bem, mais que bem!!!
    beijos de tua cada vez mais cansada amiga :) :(

    ResponderEliminar
  3. Estás a escrever uma nova vida no além, Luísa ?

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
  4. A vida é sem duvida um vôo de trapesistas sem rede. O segredo é a confiança para superar o medo da queda.
    Beijinhos DB

    ResponderEliminar

Olhares de perto