quarta-feira, 1 de julho de 2009

Formigueiros de verão


O sol aquece a estepe,
assobia às suas gentes com sons de raios que emite!
Todos se aquecem e veneram o seu tom
quente, doirado, audaz e incisivo.
Modifica quem o recebe, como se de um bálsamo se tratasse...
Olhem a formiga, dedicada na sua tarefa, a fazer vénia ao sol
Que a aquece e deixa trabalhar, como quem prepara o inverno!
Eu não gosto de formigueiros...que se adivinham com o sol!
Mas gosto das formigas, que laboriosamente preparam o futuro!
Se o sol traz formigueiros, eu dispenso-o bem quente!
Agradeço-lhe o sorriso mas devolvo-lhe o calor!
E da minha vontade e gosto, não vai depender o verão,
pois o sol quando aparece, esquece-se de mim e traz mesmo o calorão!

15 comentários:

  1. O seu calor não necessita do calor do sol.Beijos Paull

    ResponderEliminar
  2. Que Delicia de texto!
    Também não gosto de formigueiros.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Luisa

    Boa noite

    Retribuo a visita e com muita alegria leio esse belo texto.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. eu acho que você gosta mesmo é de um caloroso... inverno!

    acertei?

    ResponderEliminar
  5. Como a natureza provoca contrastes, para os uns proporciona o trabalho, para outros o descanço e lazer.
    Não querendo de alguma forma ser indelicado para com as formigas, mas desejo que o calor não se exceda para aqueles que por um motivo ou outro não o possa suportar.
    BJS

    ResponderEliminar
  6. Criativo, bonito, muito gostoso de ler. Parabéns.
    beijo

    ResponderEliminar
  7. eu adoro sol e calor!!!
    gostei muito e a imagem tbem é lindissima!
    beijos, myra

    ResponderEliminar
  8. Esta fotografia está fabulosa, Luisa. Também não gosto de formigueiros nem de muito calor mas gosto das incansáveis formigas.
    Vou observá-las e ver se consigo fazer uma foto. Gostei muito.
    Obrigada pelas palavras que deixou no meu blog.
    Esta foi uma grande lição que aprendi na vida: "Ao ajudares os outros estás a ajudar-te a ti própria". Por isso tento levar algum conforto e paz a quem precisa. Desta vez escolhi a internet e os blogs. Espero verdadeiramente poder ser de utilidade para alguém.
    Um beijinho,
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  9. Hummm... Tuas palavras têm um gosto de fábula e também um gosto de verão... Interessante! A questão não é gostar de formigas ou formigueiros; é a maneira que temos, cada um de nós, de reparar em tudo o que o sol nos traz.
    Abraços!

    ResponderEliminar
  10. Não há ser maisa forte e determinado que as formigas, a verdadeira prova de que o tamanho nada diz sobre as capacidades dos seres. São Grandes estes bicharocos!
    Um beijo, agradecido!

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. Se um dia bicho FOR...
    MIGA amiga quero ser!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  13. A principio o que me fez vir aqui foi a frase que acomoanha o titulo de seu blog.
    Assim como tu,preciso de mim e perto de mim,aqueles olhos que sentem alem de enxergar.
    Depois me deparei com palavras tão lindas e tanto sentimento que me deixei ficar.

    Lindo tudo aqui

    afagos

    Denise

    ResponderEliminar

Olhares de perto