quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A cor do sono das camélias

foto de Rosário Ribeiro - Celorico de Basto

Pela manhã sinto o toque do vento
que a luz da lua vem desligar!
Preciso do raio de sol que espreita envergonhado
e teima em entrar!
Vejo as flores que despertam
com folhas que se despedem do luar
e flores que cumprimentam a alvorada!
Pela manhã,
procuro a cor do sono das camélias,
e nela pinto o dia a desvendar!
Pela manhã começo o dia...
...quantas vezes sem vontade de começar!


5 comentários:

  1. Ah, querida amiga, para além do perfume em todos os versos deste texto, os dois últimos desnudam uma verdade que já nos aconteceu a todos. Parabéns.

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito. Parabéns. Beijinho MLuísa Vilaça

    ResponderEliminar
  3. A vida dá-nos coisas muito boas. Há que as aproveitar...elas, só por si, dão-nos a força para outro dia começar. Muito bonito, Lú. Um beijinho grande aqui do sul !!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. A vida dá-nos coisas tão boas e bonitas que temos o dever de aproveitar. Com elas, é mais fácil começar um novo dia. Muito bonito, Lú. Beijinhos aqui do sul !!!!!!!!!!

    ResponderEliminar

Olhares de perto