quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Quando os olhos acordam a sombra...

foto de João Menéres - Porto


Quando os olhos se abrem
apanham a luz que falta brilhar!
Pedem, com sede, a cintilância do dia
para saciar a vontade de o acompanhar!
Apanhar as horas, o tempo, o decorrer da vida,
é tarefa incessante do ser ao levantar!
Hoje, o olhar apanhou o Porto a dormir,
debaixo da penumbra dum inverno teimoso,
que também mostra sede de sol.
Se desenhasse o olhar captado,
faria uma ementa gourmet
num prato servido de Saudade
pela falta do sol, do calor, da luz do dia a brilhar!

7 comentários:

  1. Cidade de Porto toda sonolenta debaixo do casaco se protegendo do frio,linda imagem

    ResponderEliminar
  2. uma obra de arte a foto do Joao, e que bem voce acompanha con suas palavras tao poeticas! este post esta "demais"!!!
    bjos

    ResponderEliminar
  3. Foi um prazer, Luísa, como sempre será, mas o nº de comentários cai a pique...

    Do teu poema, permito-me destacar :

    " Apanhar as horas, o tempo, o decorrer da vida,
    é tarefa incessante do ser ao levantar ! "

    Um beijo e sempre ao teu dispôr.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já te demonstrei que o numero de comentários pode até cair, mas o numero de visitas aumentou!
      És muito exigente comigo e eu estou a começar! Vamos com calma, sim, Mestre?
      Mil beijinhos

      Eliminar
  4. ...cai a pique, quando metes uma imagem minha.

    ( Para que não haja eventuais más interpretações ! )

    ResponderEliminar

Olhares de perto