quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Tentativas de escrita

Foto da net

Tentei escrever o teu nome, não consegui!
Tentei desenhar o amor, não fui capaz!
Tentei lembrar onde falhaste...tu não falhaste,
tu nunca falhaste!
Deste-me a mão, desde pequenina!
Acolheste-me no colo,
deste forma aos meus caracóis,
fizeste-me saias, bibes, laços, laçarotes
e ainda tiveste tempo para bordar os meus lençóis!
Deste-me a alegria sincera no olhar,
o reconhecimento humilde do cansaço,
a oferta genuína do sorriso...
...e a regra de estar na vida serenamente,
cumprindo!
Deste-me o melhor de mim!

6 comentários:

  1. Dise en Galicia.." e de ben nacido ser agradecido "...velaiquì un xesto de agradecemento e amor..un xesto maravilloso !! de Luisa Vilaça

    ResponderEliminar
  2. Se chamas a isto TENTATIVA, Luísa, estamos conversados !
    E descobriste na net um CORAÇÃO onde cabe todo o teu AMOR filial !
    E como te lembras das mãos que bordaram os teus lençóis, as mesmas que te fizeram caracóis nos teus cabelos e neles colocaram laçarotes para que assim permanecessem mais tempo.
    Muito bonito o teu AGRADECIMENTO.

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  3. Lindas e sábias palavras, o verdadeiro significado literal da palavra "mãe".

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que aqui vim, mesmo tendo ficado com um nó na garganta. Sabe que como filha já nada posso fazer, mas será que algum dia a minha filha me vai brindar com um miminho destes?
    Adorei. Beijo Fi

    ResponderEliminar

Olhares de perto