quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Posso voltar?

foto de Xosé Figueroa Lorenzana - Sabadelle

Fechaste-me a porta ao entrar!
Não permitiste que entrasse
quando só queria ver a cor das heras que se espalhavam,
espelhando o cuidado que mostras com tudo!
Fechaste-me a porta devagar,
entre caramelos e sorrisos inteligentes,
tal licor de café, de noz ou de ameixa ardente!
E eu, por ver a porta fechada,
tive vontade de a galgar!
Transpor-me frente ao obstáculo e enfrentar a tua fúria
de no momento a porta me fechares!
Posso voltar e entrar?
Prometo que só colherei uma hera,
a secarei nas páginas do que escrevo,
onde um dia contarei a minha história...

9 comentários:

  1. Podes entrar sim,podes colher todas as heras,serás RedeVida entre sorrisos e caramelos sim,,podes voltar a entrar entra sempre e serás bem vinda:-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mari,
      mesmo tão longe, és sempre uma querida amiga!Faço minhas as tuas palavras!

      Eliminar
  2. Prometo que só colherei uma hera,
    a secarei nas páginas do que escrevo,
    e um dia contarei a minha história...

    ..si podes entrar !!! sempre poderàs entrar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Xosé,
      correu bem o arranjo de palavras!
      Mil beijinhos

      Eliminar
  3. Eu também seleccionei o que XOSE transcreveu...
    " Prometo que só colherei uma hera,
    a secarei nas páginas do que escrevo,
    onde um dia contarei a minha história...
    "

    Um beijo, Luísa.

    ResponderEliminar
  4. "E eu, por ver a porta fechada, tive vontade de a galgar!".
    E eu "vejo", nesse fragmento, uma vontade indomável... Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joaquim Ribeiro,
      Uma vontade de voar, não tendo asas, uma vontade de fugir, não virando costas....Uma vontade, apenas isso, uma vontade!

      Eliminar
  5. mas porque te fechariam a porta? .. entre sempre quando sentir essa vontade se faz favor ;)

    Beijinho <3

    ResponderEliminar

Olhares de perto