quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Prometes?

foto da net

Promete que me acordas quando chegares,
Que me dás um toque suave sem me despertares para a realidade!
Promete-me que o tempo vai passar sem deixar marcas,
deixando apenas uma lição de tolerância e de amor!
Promete-me o possível,
como o por do sol todos os dias,
ou o luar entre mãos!

Prometes-me?
Vou acreditar como se fosse menina...

4 comentários:

  1. Tenho prometido tanta coisa e depois, por isto ou por aquilo, acabo por faltar !...
    Prometer-te o Pôr do Sol todos os dias ?
    Pôr do Sol que não virmos, não é pôr de sol, Luísa.
    A Lua colocava-te nas tuas mãos se fosse Poeta !

    Tens que ficar só com a certeza da minha Amizade !

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. "Promete-me o possível"; é bom ter os pés assentes na terra.
    Por outro lado, não se desdenha "o luar entre as mãos", pois claro.
    Porque "o sonho comanda a vida (...)". Continua inspirada a minha amiga. Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Hi, just wanted to mention, I liked this blog post. It was
    practical. Keep on posting!

    Feel free to visit my web-site :: football trophies

    ResponderEliminar
  4. Promete-me o possível,
    como o por do sol todos os dias,

    Que maravillosa descricion do amor nos fai Luisa Vilaça...precioso amor-poema.

    ResponderEliminar

Olhares de perto