quarta-feira, 4 de março de 2015

Ilusão

Tentei escrever o teu nome...
...marcá-lo num vidro molhado
e deixá-lo lá morar!
Mas,
não sei escrevê-lo,
nem dizê-lo entre lábios,
mesmo que baixinho vá tentar!
Atrevo-me a decorar-te devagarinho
numa desenho jamais percebido...
 ...entre a ilusão do que é meu
e a noção de não te ter perdido!

 

4 comentários:

  1. Se o escreveres em pensamento...... depois atraves de um olhar..... esse nome tera corpo..... para quem o conseguir ler.....

    LS

    ResponderEliminar
  2. Digno de figurar numa Antologia O AMOR !

    Um beijo e parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Tentei escrever o teu nome...
    ...marcá-lo num vidro molhado
    e deixá-lo lá morar!

    A cada paso.. en cada tarde...nos menceres...aparece o leve aire do paso de Luisa Vilaça

    ResponderEliminar
  4. A escrita mais duradoura, não existe apagador!
    (in HAALS Tomo III)

    ResponderEliminar

Olhares de perto